"Alimentos fontes de triptofano terão como objetivo aumentar a produção de serotonina e podemos citar exemplos como: carnes magras, peixes, mel, iogurte desnatado, queijos brancos e magros, nozes, leguminosas, damasco, açaí, arroz integral e banana; alimentos fontes de melatonina: aveia, cereja, amendoim e vinho; alimentos antioxidantes: frutas e verduras em geral, chá verde, cúrcuma, cacau; alimentos que atuam na redução do estresse/cortisol: abacate, fitoterápicos adaptógenos (rodiola rosea, withannia somnifera e ginseng coreano); suplementos coadjuvantes: ômega 3, óleo de prímula, resveratrol, coenzima Q10 e cúrcuma. Com esse cardápio os sintomas serão minimizados, você sentirá uma redução do cortisol (estresse) e uma indução do sono e relaxamento", afirma a nutri Ana Karam.
For the variables where comparisons were made between the groups and measurements were made for more than one period during the evaluation, Bonferroni’s correction was used, dividing the level of significance by the number of comparisons. When the variable was measured in three periods and the groups were compared in each period, the level of significance was 1.67%. For multiple comparisons, the level of significance was also corrected using the same criterion.
For the variables where comparisons were made between the groups and measurements were made for more than one period during the evaluation, Bonferroni’s correction was used, dividing the level of significance by the number of comparisons. When the variable was measured in three periods and the groups were compared in each period, the level of significance was 1.67%. For multiple comparisons, the level of significance was also corrected using the same criterion.
(Fontes: Maurício Garcia, coordenador do setor de fisioterapia do Instituto Cohen de ortopedia, reabilitação e medicina do esporte e fisioterapeuta do Centro de Traumatologia do Esporte da Unifesp – CREFITO 3/8090-F; Ricardo Munir Nahas, ortopedista, traumatologista, médico do esporte e coordenador do Centro de Medicina do Exercício e do Esporte do Hospital Nove de Julho – CRM 34914/SP; Thiago Medeiros, fisioterapeuta e osteopata do Instituto Curarte e professor da Universidade São Francisco e UniMetrocamp – CREFITO 3 /125946-F)
Os pacientes também podem apresentar uma variedade de sintomas mal compreendidos, incluindo dor abdominal, dor no peito, sintomas sugestivos de síndrome do intestino irritável, dor pélvica, sintomas urinários, como ardência para urinar e necessidade de ir ao banheiro com frequência, problemas de memória, olhos secos, palpitações, tonturas, formigamentos, flutuações constante de peso, perda da libido, intensas cólicas menstruais e alterações do humor.

Já a escritora Fernanda Carvalho Veiga nos conta como foi seu processo de aceitação e como é possível levar uma vida normal mesmo com essa síndrome. "Quando descobri que tinha a fibromialgia fiquei assustada, pois era algo desconhecido para mim, fiquei muito triste por saber que as dores me acompanhariam pelo resto da vida. De início foi difícil aceitar, me acostumar e me adaptar a minha nova rotina, principalmente as medicações, seus efeitos colaterais, a incompreensão das pessoas e a pegar leve com a academia, não fazendo esportes com impacto como boxe e capoeira. Após essa fase inicial, aprendi a fazer tudo que gosto dentro do meu limite, voltei a andar de bicicleta, pular corda, dançar, ir para shows, carnaval e fazer tudo como qualquer outra pessoa da minha idade".
Graças ao Dr. Alex Jimenez, um quiroprático em El Paso, Texas, Louie Martinez encontrou alívio da dor para uma variedade de problemas de saúde. A quiropraxia é uma opção de tratamento alternativa segura e eficaz que se concentra no diagnóstico, tratamento e prevenção de uma variedade de lesões e / ou condições associadas aos sistemas músculo-esquelético e nervoso.…
Em relação aos quadros associados à dor nas costas, é de salientar também alguns tipos de variações. A dor de costas pode ocorrer apenas com a realização de certos movimentos (ao andar, ao correr, saltar, ao deitar, subir ou descer escadas, etc.) ou, então, apenas em certas posições. Em muitas situações, a dor de costas pode ocorrer mesmo em repouso (dores constantes), seja de pé, sentado ou deitado. A dor nas costas ao respirar tende a agravar (a doer mais) dada a necessidade de movimento dos músculos que são precisos mexer para respirarmos (inspirar e expirar). Quando respira fundo, quando tosse ou ao espirrar, a dor tende a ser, ainda, agravada, no contexto destes movimentos mais intensos / bruscos. Em qualquer um destes quadros associados, a aparente gravidade não está diretamente relacionada com a seriedade da patologia subjacente, conforme abordaremos em cada uma das causas para a dor de costas. 

Quando a lombalgia dura mais do que três meses, ou acomentendo mais as pernas do que as costas, um diagnóstico mais específico deverá ser feito. Existem várias causas comuns de lombalgia e dores nas pernas: para adultos abaixo de 50 anos, estas incluem hérnia de disco e moléstia degenerativa de disco; em adultos com mais de 50 anos, causas comuns também incluem osteoartrite e estenose espinhal. Todavia, alguns pesquisadores acreditam que 90% destas dores nas costas decorrem de uma síndrome de tensão nervosa e que são causadas por estresse emocional[4].

Lin Tchie Yeng – A psicoterapia ajuda a pessoa a entender e reduzir os fatores desencadeantes. Hoje, em vez da psicoterapia clássica muito difundida no Brasil, defende-se a utilização das terapias cognitivo-comportamentais que buscam modificar a percepção do que acontece ao redor e o comportamento. Se o paciente compreender a causa da doença e desenvolver hábitos e comportamentos adequados, saberá lidar melhor com os episódios dolorosos.
Lin Tchie Yeng – São várias as razões. O sistema nervoso das mulheres produz menos serotonina e por isso elas também estão mais propensas à depressão. Além disso, por questões hormonais, durante a tensão pré-menstrual, tudo fica mais sensível na mulher. Outro fator repousa na dupla jornada de trabalho feminina. Hoje, as mulheres trabalham fora, mas continuam responsáveis pela execução de tarefas dentro de casa. Sobrecarregadas, pouco tempo lhes sobra para o repouso, o que facilita a incidência maior de dor pelo corpo. Cefaleia e dor nas costas, assim como as manifestações psicossomáticas, também são mais comuns entre as mulheres. Todos esses fatores somados justificam a maior incidência de fibromialgia entre elas.

Halsa De bem-estar Acupressure Tapete, que medidas 28" x 17" x 1", permite você para experiência o benefícios de acupressure em o conforto de sua casa. Esteiras de acupressão se tornaram parte integrante da vida saudável na Suécia, onde mais de 1 em cada 20 pessoas as usam para aumentar seus níveis de energia e viver uma vida mais saudável. Pode ajudar a aliviar os sintomas de estresse, insônia, baixos níveis de energia, tensão muscular, dores de cabeça, dores nas costas e outros tipos de dor crônica. O Halsa De bem-estar Tapete consiste de 8,820 picos que estimular sua organismo acupressure pontos. Como massagem e acupressão, é usado para estimular naturalmente a liberação de endorfinas e oxitocina, hormônios de alívio da dor do próprio corpo. Esses hormônios, que também são liberados durante o exercício, o toque, a excitação e a paixão, promovem o bem-estar mental e físico.


Estar sentado à  secretária com os pés assentes no chão, deixa cair um lápis e inclina-se para o lado para o apanhar. Este é um movimento terrível para as suas costas, pois pressiona os discos que amortecem as suas vértebras. Aprender quais os movimentos a evitar poderá ajudá-lo a proteger as costas. Com efeito, análises recentes revelaram que os doentes com dores na região inferior das costas que aprendiam a abordar as dores nas costas e a protegê-las regressavam ao trabalho mais cedo do que aqueles que não eram educados nesse sentido. Vale a pena pedir ao médico materiais ou orientações relacionadas com os cuidados das costas.
Uma das evidências mais claras no estudo da dor nas costas é que não há como definir qual o programa de exercícios mais indicado. É frequente o indivíduo acometido de problemas na coluna vertebral seguir a recomendação de exercícios físicos do profissional de saúde (médico ou fisioterapeuta) que o tratou. Porém, nem sempre é possível garantir que esse profissional conheça as opções, os ajustes e os métodos disponíveis, e que considerou na sua sugestão questões operacionais e motivacionais, essenciais para garantir uma aderência adequada ao programa de exercícios. Não há uma fórmula pronta, uma “receita de bolo” que possa ser aplicada indistintamente em todas as pessoas com o mesmo diagnóstico que causa dor na coluna vertebral. A diversidade dos métodos utilizados, a competência do profissional responsável e a natureza multifatorial dos problemas que acometem a coluna vertebral inviabilizam a adoção de um protocolo único.
Os remédios para dor no nervo ciático, também chamada de ciatalgia, que podem ser prescritos pelo médico incluem analgésicos e anti-inflamatórios como Paracetamol, Ibuprofeno ou Naproxeno, em caso de dor leve ou moderada. Os relaxantes musculares como Carisoprodol ou Ciclobenzaprina também podem ser úteis para aliviar a dor ciática e podem ser facilmente comprados na farmácia, mesmo sem receita médica.
De acordo com sua declaração, um disco em Woods devolveu-se seriamente devido a causar ciática, as três cirurgias e dor severa nas costas e nas pernas. Durante a operação recente, o disco danificado foi removido e o espaço do disco colapsado foi elevado a níveis que eram regulares. O objetivo é aliviar a pressão sobre o nervo, diz o comunicado. O procedimento foi realizado pelo Dr. Richard Guyer do Centro de Reposição de Disco no Texas Back Institute.
Aptidão física relacionada à saúde congrega características que, em níveis adequados, possibilitam maior eficiência para o trabalho e lazer, além de reduzir risco de desenvolver doenças ou condições crônicas não transmissíveis associadas ao sedentarismo. Sempre que os objetivos de um programa de exercícios incluírem prevenção, manutenção ou recuperação da saúde, os principais componentes da aptidão física relacionada à saúde deverão ser contemplados. Assim, o programa deverá incluir:

Historicamente, o trabalho de parto (TP) e parto ocorriam no ambiente domiciliar com o auxílio de outra mulher, geralmente uma parteira, amparada por crenças e habilidades empíricas. O processo de hospitalização do parto ocorrido no século XX foi fundamental para a apropriação do saber nessa área e para o desenvolvimento do saber médico, culminando com o estabelecimento da medicalização do corpo feminino 17 e a submissão da mulher no parto.
As alterações do humor, como irritabilidade e tristeza, estão presentes em até 70% dos pacientes. A depressão aparece em até 30% dos casos. Os sintomas da depressão podem ser confundidos com os da fibromialgia. É necessário que o médico que acompanhe o paciente faça o diagnóstico precoce e inicie o mais rápido possível o tratamento da depressão. A depressão piora os sintomas da fibromialgia, assim como a fibromialgia também piora os sintomas da depressão. (1)
“A estrutura óssea da canela não está adaptada ao volume de treinamento. Isso faz com que o osso da tíbia comece a ser sobrecarregado, levando à inflamação da região”, explica o fisioterapeuta Paulo Quemelo, pós-doutor em biomecânica pela FIU/USA e chefe do departamento de fisioterapia da Clínica Physio Institute. Para evitar que isso aconteça, é necessário seguir um volume de treino progressivo para que o corpo se acostume gradualmente com a corrida, respeitando sempre o limite do corredor.
A ciência do esporte avança a grandes passos e já não se limita mais aos atletas de elite, mas oferece benefícios também aos esportistas que, mesmo sendo amadores, decidem desafiar-se, melhorar sua performance e sentir-se melhor no dia a dia. Um claro exemplo é o teste de suor que o Instituto de Ciência do Esporte da Gatorade (GSSI, na sigla em inglês), em parceria com a Care Club, realiza duas vezes por mês na unidade Ibirapuera, em São Paulo.
Na lombalgia mecânica – que é a mais comum a dor não irradia para outros lugares como a coxa e passa depois de um tempo com ou sem o tratamento. Caso as dores cronifiquem, é importante o acompanhamento de um médico especialista, que irá receitar medidas farmacológicas e não farmacológicas, que podem variar desde exercícios físicos à acupuntura e outras infiltrações.
O bispo, também conhecido como “ajwain” em hindi, também pode ser usado em problemas de dor nas costas. Um punhado de erva do bispo é amarrado em um pedaço de pano e amarrado corretamente. Este pacote é então aquecido a seco sobre um recipiente. Quando quente, isso pode ser removido do recipiente e aplicado sobre as partes dolorosas. Isso proporciona um alívio rápido da dor nas costas e tem sido usado há muito tempo.
Normalmente não são necessários testes específicos para se diagnosticar dor nas costas. O médico pode examinar o paciente e verificar se há alguma irregularidade com a coluna. Caso haja suspeita de alguma doença mais grave, exames de sangue e urina podem ser necessários para comprovar se há ou não algum outro fator que cause a doença (como infecções).
Um estudo publicado no Jornal Oficial da união Norte-Americana Espinhal Sociedade descobriu que, depois de comparar os resultados em 102 adultos que sofriam de nervo ciático dor, aqueles que receberam ajustes de quiroprática experientes menos dor local, menos o número de dias com dor, e menos casos de dor moderada ou grave em comparação com pessoas que não receber ajustes. (3)
Ao comentar com a imprensa, nesta terça-feira, 12 de março, o trabalho que começou a fazer com Matt Killen, coach de putts de Justin Thomas, entre outros, Tiger Woods (foto) explicou que seus problemas no pescoço são em parte reflexos da fusão lombar (Anterior Lumbar Interbody Fusion), a quarta e última cirurgia por que passou nas costas, que basicamente consistiu em resolver um problema crônico de uma hérnia de disco entre a lombar e o sacro (L5/S1), unindo-as com uma prótese aparafusada em cada uma das duas vértebras. E, para Woods, foram as dores no  pescoço que o contribuíram para ele ter um desempenho ruim nos greens nos dois últimos torneios que disputou.
Já a escritora Fernanda Carvalho Veiga nos conta como foi seu processo de aceitação e como é possível levar uma vida normal mesmo com essa síndrome. "Quando descobri que tinha a fibromialgia fiquei assustada, pois era algo desconhecido para mim, fiquei muito triste por saber que as dores me acompanhariam pelo resto da vida. De início foi difícil aceitar, me acostumar e me adaptar a minha nova rotina, principalmente as medicações, seus efeitos colaterais, a incompreensão das pessoas e a pegar leve com a academia, não fazendo esportes com impacto como boxe e capoeira. Após essa fase inicial, aprendi a fazer tudo que gosto dentro do meu limite, voltei a andar de bicicleta, pular corda, dançar, ir para shows, carnaval e fazer tudo como qualquer outra pessoa da minha idade".

A anamnese (levantamento da história clínica do paciente) e o exame físico para identificar as raízes nervosas comprometidas são elementos de importância reconhecida para o diagnóstico da ciatalgia. Conforme o caso, exames de imagem como raios X, tomografia computadorizada e ressonância magnética podem fornecer dados que ajudam a confirmar o diagnóstico e a instituir o tratamento.
Quanto mais restrições o indivíduo apresentar, mais próximo deve ser o acompanhamento profissional. Afinal, até exercícios simples podem desencadear uma crise de dor, caso não sejam executados com técnica adequada. Se questões de ordem operacional ou financeira não permitirem uma supervisão profissional adequada, o programa de exercícios deverá ser elaborado com margem de segurança ampliada (exercícios mais simples e com menor intensidade), mesmo sabendo que a velocidade e a magnitude dos resultados serão menores.
Lin Tchie Yeng – Dor, cansaço, falta de energia e disposição para realizar atividades rotineiras são os principais sintomas. Muitos pacientes se referem, também, à cefaleia (dor de cabeça), funcionamento inadequado do intestino (cólon irritável), sensibilidade durante a micção (síndrome da bexiga irritável) e ao sono pouco reparador, o que faz as pessoas já levantarem cansadas.
Acupressão alimentação Alimentação Saudável Alongamento Ansiedade Auto-Ajuda Bebê Bem-estar Chás Comportamento Criança Detox Dicas de Saúde Dieta Dores Dormir Energia ervas Esporte Estresse Exercícios Físicos Familia Felicidade Filho gestante Gravidez Inverno ioga Massagem terapêutica Massoterapia Medicina Tradicional Chinesa MTC Pele Pré-Natal Pés Reflexologia Reiki Relaxamento Respiração Shiatsu Stress terapia terceira idade Trabalho yoga

Os mecanismos precisos pelos quais a acupressão no ponto BP6 induz o TP não são claros. Durante o TP é comum a obstrução dos meridianos que atravessam o corpo, bloqueando o fluxo desses canais; com isso, o estímulo ajudaria a desobstruir os meridianos e restaurar seu equilíbrio, trazendo bem-estar à parturiente. 7 A acupressão poderia, também, estimular a liberação de ocitocina pela glândula pituitária, que, por sua vez, regula as contrações uterinas para melhorar a evolução do TP. 5 No entanto, não foram encontrados estudos que dosaram o nível de ocitocina ou qualquer hormônio endógeno que possa induzir as contrações uterinas, tratando exclusivamente sua amostra com acupressão, o que sugere que investigações futuras são necessárias para melhor elucidar os mecanismos fisiológicos subjacentes da acupressão sobre o organismo materno.
“Deve-se respeitar as distâncias compatíveis com a idade. Não existe uma regra clara para isso, mas quanto mais nova a criança, menor deve ser a distância, até porque distâncias muito longas desestimulam. O que também pode causar lesões são superfícies instáveis, inclinações e obstáculos. No mais, as crianças podem brincar de correr à vontade. Oferecer água também é um estratégia que diminui as chances de lesões”, ressalta o profissional de educação física.
Heymann et al.58 Rev Bras Reumatol 2010;50(1):56-66Nos portais NICE (National Institute of Clinical Excelente) e OASIS, a digitação da palavra “bromyalgia”, não resultou em artigos. No portal DARE, foram encontrados dois resumos relevantes de revisões sistemáticas. Na National Guideline Clearinghouse, a busca por “bromyalgia” demonstrou 17 itens, sendo quatro diretrizes de interesse.9,24-26Um grupo de seis especialistas em reumatologia, considera-dos estudiosos e pesquisadores em bromialgia (Grupo I), por indicação da Sociedade Brasileira de Reumatologia, avaliou as diretrizes (guidelines) obtidas na pesquisa utilizando um instrumento próprio para este tipo pontuação.27 A incorporação dos guidelines internacionais na discussão local foi avaliada a partir do critério estabelecido pela AGREE Collaboration (Apraisal of Guidelines Research and Evaluation), que permite a avaliação e a comparação entre diferentes diretrizes (guideli-nes), permitindo, assim, a utilização dos melhores critérios de cada um. O AGREE é uma ferramenta genérica, podendo ser aplicada a qualquer patologia, incluindo aspectos diagnósticos, promoção da saúde, tratamento e outras intervenções.A metodologia proposta pelo AGREE avalia tanto a qua-lidade do enunciado como a qualidade de alguns aspectos intrínsecos às recomendações, dividida em seis domínios: Âmbito e nalidade (objetivo global da norma de orientação); Envolvimento das partes (representação de todas as partes inte-ressadas e potenciais utilizadores), Rigor do desenvolvimento (processo de coleta de evidências utilizado e formulação das recomendações); Clareza e apresentação (linguagem e forma-to), Aplicabilidade (aplicação das recomendações em termos organizacionais, comportamentais e de custos) e Independência editorial (isenção das recomendações e reconhecimento de conitos de interesse). Com base neste método de avaliação, foram escolhidas as diretrizes (guidelines) que alcançaram um percentual maior ou igual a 51% em todos os domínios.8,25,26 Essas diretrizes (guidelines) selecionadas serviram de base para que se elabo-rasse um questionário inicial para a construção do consenso. Esse questionário inicial foi então avaliado e modicado pelos integrantes do Grupo I. Outras metanálises e revisões sistemá-ticas que não passaram pelo método AGREE também foram avaliadas pelos especialistas do Grupo I, que decidiram pela sua incorporação ou não na lista de recomendações a serem questionadas.Os especialistas do Grupo I foram alertados de que as recomendações deveriam ser elaboradas de acordo com seu grau de recomendação e aplicabilidade no Brasil.Uma vez concluída a elaboração desse questionário pelo Grupo I, passamos à segunda etapa do projeto, ou seja, a vo-tação dessas recomendações.Segunda etapa: VotaçãoA segunda etapa consistiu na reunião entre médicos de várias especialidades que estudam e tratam a bromialgia, com a nalidade de votarem na sua concordância ou não com as armações elaboradas pelo Grupo I. Essas armações reproduzem os achados obtidos nos estudos consultados na primeira fase. Para isso, formou-se o Grupo II, constituído pelos integrantes do Grupo I acrescidos de especialistas selecionados por suas respectivas sociedades médicas, levando-se em conta sua experiência e reconhecimento no tratamento da doença em avaliação. O Grupo II foi formado por 30 especialistas provenientes das seguintes sociedades: Sociedade Brasileira de Reumatologia, Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor, Sociedade Brasileira de Clínica Mé-dica, Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, Academia Brasileira de Neurologia e Associação Brasileira de Medicina Física e Reabilitação. A votação das armações elaboradas foi eletrônica, e os participantes não foram identicados individualmente, apare-cendo somente o resultado do grupo. No momento da votação, todos os especialistas foram alertados que as recomendações deveriam ser avaliadas de acordo com seu grau de recomen-dação e aplicabilidade no Brasil.Todas as recomendações foram votadas como SIM ou NÃO, sendo que seguindo a metodologia BASCE,7 somente aquelas que tiveram uma votação SIM ou NÃO igual ou su-perior a 70% do grupo foram consideradas consensuais. As armações que não obtiveram consenso na primeira votação foram motivo de argumentações entre um especialista favorá-vel e outro contrário. Após o término desse debate, foi realizada nova votação. As questões que, após a segunda votação, não atingiram o percentual estabelecido foram consideradas como não tendo alcançado consenso e, portanto, não foram incluídas nas recomendações desse Consenso Brasileiro. Dessa forma, as práticas aqui recomendadas foram aquelas que obtiveram pelo menos 70% de consenso, e as não recomen-dadas foram aquelas em que pelo menos 70% dos especialistas concordaram em não as recomendar. As que não obtiveram consenso foram aquelas em que não houve pelo menos 70% de concordância em recomendá-las ou não.Como documentação, a reunião de consenso foi lmada e também documentada por meio de voto eletrônico.CAPTAÇÃO DE RECURSOSA Sociedade Brasileira de Reumatologia contratou os serviços da empresa Axia.Bio para a captação de recursos, condução
Contraditoriamente, apesar do paciente sentir-se persistentemente cansado, não fazer nada ao longo do dia tende a piorar os sintomas. Nada é pior para os sintomas da fibromialgia do que o sedentarismo. Exercícios físicos aeróbicos e musculação melhoram a qualidade de vida e diminuem a intensidade das dores e a sensação de cansaço. O paciente deve ser encorajado a sair da inércia e vencer a indisposição inicial. Estudos mostram que a prática de Yoga e Tai Chi Chuan são tão eficazes quanto exercícios aeróbicos, ajudando a melhorar o cansaço, as dores e a qualidade do sono.
O tratamento da dor nas costas depende da causa subjacente. Ou seja, após diagnóstico, o médico deve definir um plano de tratamento de acordo com a patologia responsável pela dor. O doente nunca se deve automedicar ou tentar qualquer tipo de tratamento alternativo sem aconselhamento médico, sob pena de poder agravar o problema e até existir risco de morte em alguns casos. Como vimos, existem algumas patologias que são potencialmente perigosas se não forem diagnosticadas e tratadas de forma correta e atempada.
“O momento é dos tênis mais altos, bem macios, responsivos e leves. O desafio das marcas é fazer tênis com essas características. As empresas trabalham com densidades diferentes de espumas e já não veem com bons olhos o amortecimento aparente. O consumidor quer a espuma e pronto”, opina Eduardo Suzuki, o responsável pelo canal Tênis Certo no YouTube.
Thai Acupressure is the heart of the medical tradition of Thailand. It is not separate from Thai Massage. In Thai “Nuat Rak Sa” means “Massage to take care”. Thai Acupressure, sometimes referred to as “Thai trigger point therapy” is a series of compressions and presses (deep slow pressure) along specific lines and points following a protocol to bring relief to many common ailments and orthopedic disorders.

Para quem gosta de passeios com uma grande carga histórico-cultural esse bairro é uma ótima opção, pois no Aterro do Flamengo está localizado o Palácio do Catete que abriga o Museu da República e foi sede da presidência da República de 1897 a 1960. No terceiro andar, é possível voltar no tempo e visitar a reconstituição do quarto onde Getúlio Vargas se suicidou. 
A etiologia da compressão do nervo ciático é variada, e os sintomas também se manifestam de formas diferentes em cada paciente. O diagnóstico cinesiológico-funcional adequado, a observação dos exames complementares e a escolha pelos testes sensíveis vão colaborar com o tratamento dos pacientes com ciatalgia e outros sintomas relacionados ao nervo ciático.
A espinha dorsal é uma complexa rede que liga nervos, articulações, músculos, tendões e ligamentos, e todos são capazes de produzir dor. Grandes nervos que se originam da espinha e vão até as pernas e braços podem espalhar dor para as extremidades. Todavia, algumas vezes a dor nas costas pode ser experimentada mesmo quando nenhum problema anatômico subjacente é aparente.
Para melhores resultados, use o tapete contra sua pele nua. Os usuários iniciantes podem experimentar níveis mais altos de desconforto. Nos estágios iniciais do uso do tapete de bem-estar da hälsa, você pode colocar uma fina camada de algodão ou uma camiseta entre o corpo e o colchonete para reduzir o desconforto. Ao se acostumar com a sensação, você poderá remover a camada de tecido.
Lin Tchie Yeng – A psicoterapia ajuda a pessoa a entender e reduzir os fatores desencadeantes. Hoje, em vez da psicoterapia clássica muito difundida no Brasil, defende-se a utilização das terapias cognitivo-comportamentais que buscam modificar a percepção do que acontece ao redor e o comportamento. Se o paciente compreender a causa da doença e desenvolver hábitos e comportamentos adequados, saberá lidar melhor com os episódios dolorosos.
A fibromialgia, na medicina moderna, é qualificada como uma síndrome ou transtorno de dor crônica, na qual a pessoa sente dores por todo o corpo. Esssas dores estão mais evidenciadas nas articulações, nos músculos, tendões, em outros tecidos moles. Causando fadiga, sonolência, indisposição, dores de cabeça, depressão e ansiedade. A fibromialgia ainda não tem cura.
*Fontes: José Carlos Siciliano, profissional de Educação Física e especialista em Anatomia Humana e Biomecânica – CREF: 004357-G/RJ; André Fernandes, profissional de Educação Física e integrante do Conselho Regional de Educação Física – CREF: 000013-G/RJ; Thiago Medeiros, fisioterapeuta e osteopata do Instituto Curarte e professor da Universidade São Francisco e UniMetrocamp – CREFITO 3 /125946-F
Entre os chineses, há o "Qi" que os chineses chamam de energia vital. A energia da vida flui como um rio sem obstáculos através do corpo. Se, sob certas condições, o fluxo sem impedimento for perturbado, certos pontos do corpo devem ser estimulados para gerar e fluir o novo "Qi". Os distúrbios podem ser de origem física, bem como origem mental, mental e emocional. Ao estimular certos pontos do corpo, a harmonia necessária entre a mente e o corpo é estimulada.
Os resultados de um estudo recente publicado no Clinical Journal of Pain demonstraram a eficácia da acupuntura no alívio das dores, e que a acupuntura foi também um procedimento seguro e eficaz. O alívio da dor e outros sintomas pôde ser mantido por até 6 meses após o término das sessões. Os pacientes também não relataram efeitos adversos da terapia, o que geralmente não ocorre com o uso crônico de medicamentos para o tratamento de dor convencionais.

A ausência de Adriano nos treinos do fim de semana atrasou o início dos trabalhos do jogador com o grupo do Flamengo. Na manhã desta terça-feira, o camisa 10 apresentou-se no Ninho do Urubu para retomar as atividades após as faltas no sábado e no domingo, mas ficou longe do gramado. Pouco depois de chegar ao CT, o Imperador vestiu uniforme, sentou no carrinho de golfe para ir ao campo 5, mas desistiu. Ele sentiu dores nas costas e depois foi para a academia. Segundo o médico José Luiz Runco, a ausência do jogador no gramado nada tem a ver com o incômodo. A questão é que o Imperador terá de compensar os exercícios perdidos.
A dor na coluna atinge uma larga maioria da população, estando entre as principais causas de absentismo ao trabalho. Apesar das dores na coluna serem na maioria dos casos perfeitamente benignas, elas podem ser muito incomodativas e incapacitantes, degradando muito a qualidade de vida das pessoas. Felizmente, que na maioria dos casos, existe um conjunto de medidas curativas e preventivas que nos permitem tratar e prevenir eficazmente este problema. Veja mais informação em tratamentos e medidas preventivas.
Normalmente não são necessários testes específicos para se diagnosticar dor nas costas. O médico pode examinar o paciente e verificar se há alguma irregularidade com a coluna. Caso haja suspeita de alguma doença mais grave, exames de sangue e urina podem ser necessários para comprovar se há ou não algum outro fator que cause a doença (como infecções).
De acordo com Marcelle Cunha, fisioterapeuta dermatofuncional da Clínica Arthys, o shiatsu utiliza os mesmos pontos da acupuntura, sem a presença de agulhas. "A técnica consiste em uma massagem vigorosa e relaxante. Ela é indicada para aliviar pontos de tensão na cervical e região lombar. Para tratar uma crise, são recomendadas cinco sessões de shiatsu. O ideal é continuar as sessões, como forma de prevenção". Grávidas e hipertensos não podem ser submetidos ao tratamento.
– Faça uso de analgésicos ou anti-inflamatórios. Procure um médico para que ele possa orientar você quanto ao modo correto de uso, especialmente porque talvez seja necessário também um medicamento que protege o estômago dos danos causados por estes remédios. Exemplos: paracetamol ou dipirona. Relaxantes musculares, como a ciclobenzaprina, também podem ser eficazes.
Table 1 shows the general characteristics of the parturients according to group location. The groups were similar with regard to age, level of education, and marital status. Most participants received education up to high school (96.0% in SP6G, 90.4% in TG, and 94.2% in CG). The remainder was still in school or had already completed higher education.
Tente começar por uma alternância de períodos de sentado/deitado com caminhadas curtas. Objetivo é dar mais passos a cada dia, e considerar a obtenção de um pedômetro ou fitness tracker, o que pode motivá-lo a ser mais activa e aumentar a sua curta distância. Em seguida, quando você está em casa, no trabalho, no alongamento da coluna vertebral, melhorando sua postura.

A dor pode instalar-se de forma gradual (vai doendo cada vez mais) ou, então, pode surgir de forma súbita (“repentina” ou “de repente”), sendo que este facto e a intensidade da dor não estão, por norma, diretamente relacionados com a gravidade do problema. A dor nas costas é um sintoma que deverá ser sempre avaliado pelo médico. Se a dor nas costas for muito forte ou se houver outros sintomas como febre, arrepios, perda de peso, dificuldade em respirar, problemas em se movimentar, entre outros sinais e sintomas a valorizar, deverá procurar um médico com urgência.
Da mesma forma, rolfing e terapia de massagens são outras duas não-cirúrgicos, abordagens holísticas que abrir os músculos, tecidos e canais de energia dentro do corpo, melhorando o fluxo de sangue e de luta contra a dor. A massagem terapêutica está associada a uma redução da dor nas costas, relaxamento muscular e até mesmo um saudável liberação de endorfinas naturais “sentir-se bem” substâncias químicas que agem como analgésicos. (6)
Uma condição particularmente rara, mas que merece atenção, é a chamada “Síndrome da Cauda Equina”. Essa é uma condição neurológica que afeta nervos que enviam informações para as regiões inferiores do corpo (região lombar e pernas) e pode estar relacionada com dor nas costas. Além disso, infecções da coluna espinhal, embora raras também, podem gerar dor, normalmente acompanhada de febre.

Introduction: EpiFibro (Brazilian Epidemiological Study of Fibromyalgia) was created to study Fibromyalgia patients. Patients were included since 2011 according to the 1990 American College of Rheumatology Classification Criteria for Fibromyalgia (ACR1990). Objectives: To determine how many patients still fulfill the ACR1990 and the ACR2010 criteria in 2014; to determine the correlation ... [Show full abstract]View full-text

A dor nas costas é uma das queixas mais frequentes. Estima-se que entre 65% e 80% da população mundial desenvolvam a enfermidade em alguma fase das suas vidas; todavia, a dorsalgia não costuma ser incapacitante, e mais da metade dos que padecem dela costumam recuperar-se em até uma semana [1]. Crises agudas de dorsalgia ou uma das suas variantes, a lombalgia (que afecta a parte inferior das costas), são uma das principais causas de afastamento ao trabalho[2], algo que pode estar ligado a questões de postura.
A coluna cervical é o segmento mais superior da coluna, sendo constituído por sete vértebras (C1 a C7). A seguir, encontramos a coluna dorsal ou torácica que é formada por doze vértebras (T1 a T12). A coluna lombar é constituída por cinco vértebras (L1 a L5). Na parte mais inferior encontramos os segmentos da coluna sagrada (região do sacro, cóccix) com quatro ou cinco vértebras fundidas (S1 a S5).
Os sintomas são claros e caracterizam-se por dores nas regiões das costas, podendo ter redução da flexibilidade e rigidez da coluna. Normalmente o diagnóstico é simples, feito diretamente pelo médico. Entretanto, em alguns casos, o profissional da saúde pode requerer exames mais específicos para investigar a fundo as causas das dores. A base das costas (região lombar) é muitas vezes o lugar mais doloroso, pois é aí que a coluna suporta mais peso.
Desaconselha-se vivamente o acamamento no caso de dores agudas, visto que uma musculatura das costas mal treinada constitui um fator de risco para dores sacroilíacas. Exercício regular - como ginástica vertebral ou natação - faz parte do tratamento prolongado e, simultaneamente, é a melhor prevenção. Em cursos especiais pode reaprender-se a postura certa para as costas. Cintas especiais para as costas podem ajudar a estabilizar as costas e a reduzir as tensões.

Muitos dos textos médicos de hoje dizem-no que cóccix funde em um segmento rígido por idade adulta na maioria das pessoas. No entanto, vários estudos bem desenhados têm mostrado que um cóccix normal deve ter dois ou três partes móveis que se curva suavemente para a frente e flexione ligeiramente enquanto nós nos sentamos. Dois jornais médicos (Postacchini e Massobrio1 e Kim e Suk2) encontraram que cobaias com cóxis fundidos que não flex após sessão eram mais propensas a experimentar dor cóccix do que aqueles com um cóccix normal.
A dor na parte inferior das costas pode estar ligada à coluna lombar óssea, discos entre as vértebras, ligamentos ao redor da coluna vertebral e discos, medula espinhal e nervos, músculos das costas, abdômen e órgãos internos pélvicos e a pele ao redor da região lombar. A dor na parte superior das costas pode ser devida a distúrbios da aorta, tumores no tórax e inflamação da coluna vertebral.
– A acupuntura também pode tratar dor nas costas, porém o tratamento deve ser feito por profissionais de qualidade. A acupuntura tem ação local analgésica, anti-inflamatória, e relaxante muscular, podendo ajudar em poucas sessões com melhora na contratura muscular, nas dores. Outros efeitos benéficos secundários da acupuntura seriam o auxílio na melhora do sono, e tratamento de outros fatores concomitantes comuns como stress e ansiedade.
As sintomas podem variar de uma dorzinha até uma sensação de facada. A dor pode dificultar o movimento e manter uma postura reta. Muitas vezes a dor aguda nas costas aparece de repente, decorrente de um mal jeito no esporte ou no trabalho. Se a dor durar mais de três meses, pode ser considerada crônica. Caso a dor não melhore no prazo de 72 horas, é recomendando que consulte um médico.

As contraturas musculares são uma importante causa para o surgimento de dor nas costas, mais frequentemente, na região lombar. Muitas vezes, a dor aguda pode surgir com a realização de algum movimento como pegar num dado objeto, popularmente apelidadas de dar um “mau jeito nas costas”. A dor nas costas ao levantar da cama (ao acordar), pode também estar relacionado com más posições para dormir ou o colchão não ser adequado. A dor crónica, no entanto, na maioria dos casos, está relacionada com as alterações que ocorrem na coluna ao longo do tempo (com o envelhecimento). Este processo degenerativo inicia-se muito cedo, antes dos 30 anos de idade, e torna a coluna mais suscetível à dor.
Para obter alívio imediato no caso de dor ciática aguda, o médico pode recomendar os seguintes medicamentos: anti-inflamatórios não esteroides, cortisona e relaxantes musculares. Muitas vezes o médico prescreve uma injeção de anti-inflamatórios e relaxantes musculares juntos, por exemplo: Muscoril e Voltaren. Se estes princípios ativos não reduzem a dor, o médico pode fazer as infiltrações de cortisona.

– Aplicar compressa fria para aliviar a dor. O frio reduz a inflamação e atua como um anestésico local. Use bolsas frias (Cold Pack), disponível em farmácias. É aconselhável usar frio no início da inflamação e da dor. Aplicar por exemplo, durante 15 minutos a cada três horas. Evitar a aplicação de frio diretamente sobre a pele, utilize uma pequena bolsa de tecido para evitar o contacto direto entre a pele e a bolsa gelada.


O ITC Vertebral desenvolveu uma técnica de tratamento para a coluna vertebral sem procedimentos invasivos. Os pacientes são tratados de acordo com os sintomas e sinais da dor. Não existe um trabalho padrão e é aí que consiste um dos grandes diferenciais do ITC Vertebral: o indivíduo passa por uma avaliação criteriosa, sendo direcionado, a partir dessa primeira etapa, para um atendimento personalizado. Fala-se, portanto, em “Subclassificação” das dores na coluna vertebral, os critérios de tratamento obedecem às características individuais do estado clínico do paciente.
×