A dor crônica é aquela que ultrapassa até três semanas e pode piorar ou ter picos de dor. Enquanto isso a aguda tem uma intensidade mais leve e não ultrapassa um tempo tão grande, podendo no máximo passar de um dia para o outro. Quando é o caso de dor aguda, não é necessário medicação ou uma investigação mais detalhada, já a crônica é bem possível que tenha de se fazer uma investigação mais detalhada.
O número que vemos acima é categórico quando queremos discutir a importância de fazer um swing de golfe com uma sequência correcta. Se fazemos uma análise dos segmentos do corpo utilizados durante o swing, percebemos que cada um tem um papel determinado em cada momento. Por exemplo, queremos mais mobilidade nas ancas, mais estabilidade na zona lombar, maior mobilidade no tórax, estabilidade na zona escapular, mobilidade na articulação dos ombros, etc.

Although some studies have associated acupressure point SP6 with decreased labor time 11 , 12 , 14 , 18 and lower cesarean rate, 4 , 14 it was not clear whether drugs were used to induce or augment labor or whether the amniotic membranes were artificially ruptured, which are factors that influence labor duration. In addition, no studies were found on the use of this technique in the Latin American population.
Os tumores são uma causa relativamente rara de dor nas costas. Ocasionalmente, tumores que começam nas costas. Porém, o mais comum é surgirem nas costas como resultado de metástases (câncer que se espalhou de outra parte do corpo). A dor causada pela neoplasia da coluna é tipicamente persistente e progressiva e não é aliviada pelo repouso. Muitas vezes a dor é pior à noite, acordando o paciente do sono. A dor nas costas é tipicamente focal ao nível da lesão e pode estar associada a dor torácica do tipo cinto ou sintomas radiculares de dor ou fraqueza nas pernas.
Os remédios para dor no nervo ciático, também chamada de ciatalgia, que podem ser prescritos pelo médico incluem analgésicos e anti-inflamatórios como Paracetamol, Ibuprofeno ou Naproxeno, em caso de dor leve ou moderada. Os relaxantes musculares como Carisoprodol ou Ciclobenzaprina também podem ser úteis para aliviar a dor ciática e podem ser facilmente comprados na farmácia, mesmo sem receita médica.

– Faça uso de analgésicos ou anti-inflamatórios. Procure um médico para que ele possa orientar você quanto ao modo correto de uso, especialmente porque talvez seja necessário também um medicamento que protege o estômago dos danos causados por estes remédios. Exemplos: paracetamol ou dipirona. Relaxantes musculares, como a ciclobenzaprina, também podem ser eficazes.


O ioga é um tratamento razoável a experimentar a par da toma de medicação e auto tratamentos. Estudos realizados revelam que os doentes com problemas nas costas que participaram em 12 sessões semanais de ioga tinham menos dores do que os que fizeram exercícios terapêuticos e receberam formação nessa área. Alem disso, o alivio da dor, em comparação com o outro grupo, também era mais duradouro, durando mais 14 semanas.
(Fontes: Maurício Garcia, coordenador do setor de fisioterapia do Instituto Cohen de ortopedia, reabilitação e medicina do esporte e fisioterapeuta do Centro de Traumatologia do Esporte da Unifesp – CREFITO 3/8090-F; Ricardo Munir Nahas, ortopedista, traumatologista, médico do esporte e coordenador do Centro de Medicina do Exercício e do Esporte do Hospital Nove de Julho – CRM 34914/SP; Thiago Medeiros, fisioterapeuta e osteopata do Instituto Curarte e professor da Universidade São Francisco e UniMetrocamp – CREFITO 3 /125946-F)
A dor no nervo ciático (ou simplesmente Ciática) trata-se de um sintoma de outro problema médico. O nervo ciático é considerado o maior do corpo humano: estende-se desde a face posterior do quadril, descendo por trás da coxa e dos joelhos até alcançar o dedo maior do pé, ou seja, vai desde a coluna lombar até os pés. É ele quem possibilita o movimento dos músculos das pernas, permitindo as articulações dos membros inferiores, além de ser responsável pelas sensações.
Além dos benefícios acima aproveitou e disse: colchão de acupressão está disponível em vários formatos para atender às necessidades do povo. Por exemplo, existem tapetes especialmente concebidos para mãos e pés para melhorar a circulação sanguínea. As pessoas podem escolher para sentar ou deitar-se no tapete, dependendo das áreas que requerem a pressão. No entanto, uma acupuntura não deve exceder 15 minutos, no primeiro semestre. Uma vez que o corpo se acostuma com a tela, a duração pode ser estendido de 20 para 30 minutos. Algumas pessoas usá-lo para dormir bem. Colchão de acupressão com 8820 pontos de pressão é uma febre entre estes tapetes chineses. Recomenda-se a usá-lo antes de dormir para garantir uma boa vedação de sono. Algumas de suas características surpreendentes listados abaixo:
Sabe-se que de cada 10 pacientes com fibromialgia, sete a nove são mulheres. Não se sabe ainda os reias motivos porque isto acontece. Não parece haver uma relação com hormônios, pois a fibromialgia afeta as mulheres tanto antes quanto depois da menopausa. A faixa de idade onde a fibromialgia mais se apresenta é entre os 30 e 60 anos. Mas, pode ocorrer em pessoas mais velhas e também em crianças e adolescentes.
Fortalecer e alongar os músculos abdominais e das costas depois de a dor inicial se ter dissipado ajudá-lo-á a prevenir a recorrência da mesma. A marcha será sem duvida uma excelente opção, assim como a bicicleta estática. Se comprar uma bicicleta escolha a que melhor se adapta ao seu caso especifico. A natação é uma modalidade que também deve ser considerada. Opte pelo estilo que lhe for mais cómodo, pois, por exemplo, nadar de costas protege mais as costas do que os estilos crawl ou bruços. Definir um programa de exercícios em conjunto com um fisioterapeuta ajudá-lo-á a não ultrapassar os seus próprios limites.
Como funciona? São usados os mesmos pontos da acupuntura, que estão localizados ao longo de toda a superfície do corpo, em especial sobre os meridianos, que são pontos de energia. Mas, em vez de agulhas, pressionamos com a ponta dos dedos, por exemplo, o ponto de acupuntura localizado entre o nosso dedão do pé e o indicador. Pressionar esse ponto por 2 minutos pode reduzir visivelmente o estresse, além de aliviar dores nas costas e facilitar a digestão.Um estudo afirma, ainda, que a acupressão pode até mesmo ser utilizada para tratar a doença de Parkinson. Embora seja claro que essa alternativa não agrade muito os seguidores da medicina moderna, você pode experimentá-la e constatar os seus benefícios.

Hoje em dia, existem várias maneiras de tratar esta área com uma terapia. Os tratamentos não são apenas para combater os sintomas, mas também para preveni-los. A terapia da dor pode ser tratada naturalmente por meio de uma terapia de movimento, o tratamento com analgésicos é o método de tratamento mais conhecido, mas também há métodos de tratamento alternativos para tratar dor nas costas e no pescoço e para aliviar a dor.
Antônio Eduardo de Aquino Junior, pesquisador do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) da Universidade de São Paulo (USP) e um dos autores do artigo, explicou que o estudo apresentou duas inovações principais: o equipamento e o protocolo de tratamento. “Ao combinar o ultrassom e laser, conseguimos normalizar o limiar de dor do paciente. Já o tratamento na palma das mãos contrapõe o tipo de atendimento feito hoje, muito focado nos pontos de dor”, disse o pesquisador.

O relato das queixas pelo paciente, complementado com uma avaliação clínica, é fundamental. Pode haver necessidade da realização de exames complementares, como radiografias, tomografia axial computadorizada (TAC) e ressonância magnética da coluna lombar, para se obterem imagens rigorosas da coluna vertebral, dos nervos e das lesões que causam a dor ciática.
Sim. É possível você aplicar esta técnica em você mesmo. Porém, nem todos os pontos estão ao alcance fácil. Todavia, muitos deles são fáceis de pressionar, como os pontos da mão, por exemplo. E o mais legal é que você pode realizar esta técnica em qualquer lugar, sem necessidade de nenhum material ou ambiente específico. Pode-se fazê-la no elevador, na academia, na fila do super-mercado, etc.

PH FISIOTERAPIA MULTIFUNCIONAL】 Você pode usar este conjunto de acupressão de várias maneiras. Sente-se para aliviar o músculo de suas nádegas. Deite-se para massagear suas costas e pescoço. Fique no tapete de unhas para estimular os pontos de acupuntura dos pés. Com o uso regular pode melhorar uma melhoria das queixas, como dores de cabeça, ombro, costas e articulações, tensão e distúrbios circulatórios ocorrem

Heymann et al.58 Rev Bras Reumatol 2010;50(1):56-66Nos portais NICE (National Institute of Clinical Excelente) e OASIS, a digitação da palavra “bromyalgia”, não resultou em artigos. No portal DARE, foram encontrados dois resumos relevantes de revisões sistemáticas. Na National Guideline Clearinghouse, a busca por “bromyalgia” demonstrou 17 itens, sendo quatro diretrizes de interesse.9,24-26Um grupo de seis especialistas em reumatologia, considera-dos estudiosos e pesquisadores em bromialgia (Grupo I), por indicação da Sociedade Brasileira de Reumatologia, avaliou as diretrizes (guidelines) obtidas na pesquisa utilizando um instrumento próprio para este tipo pontuação.27 A incorporação dos guidelines internacionais na discussão local foi avaliada a partir do critério estabelecido pela AGREE Collaboration (Apraisal of Guidelines Research and Evaluation), que permite a avaliação e a comparação entre diferentes diretrizes (guideli-nes), permitindo, assim, a utilização dos melhores critérios de cada um. O AGREE é uma ferramenta genérica, podendo ser aplicada a qualquer patologia, incluindo aspectos diagnósticos, promoção da saúde, tratamento e outras intervenções.A metodologia proposta pelo AGREE avalia tanto a qua-lidade do enunciado como a qualidade de alguns aspectos intrínsecos às recomendações, dividida em seis domínios: Âmbito e nalidade (objetivo global da norma de orientação); Envolvimento das partes (representação de todas as partes inte-ressadas e potenciais utilizadores), Rigor do desenvolvimento (processo de coleta de evidências utilizado e formulação das recomendações); Clareza e apresentação (linguagem e forma-to), Aplicabilidade (aplicação das recomendações em termos organizacionais, comportamentais e de custos) e Independência editorial (isenção das recomendações e reconhecimento de conitos de interesse). Com base neste método de avaliação, foram escolhidas as diretrizes (guidelines) que alcançaram um percentual maior ou igual a 51% em todos os domínios.8,25,26 Essas diretrizes (guidelines) selecionadas serviram de base para que se elabo-rasse um questionário inicial para a construção do consenso. Esse questionário inicial foi então avaliado e modicado pelos integrantes do Grupo I. Outras metanálises e revisões sistemá-ticas que não passaram pelo método AGREE também foram avaliadas pelos especialistas do Grupo I, que decidiram pela sua incorporação ou não na lista de recomendações a serem questionadas.Os especialistas do Grupo I foram alertados de que as recomendações deveriam ser elaboradas de acordo com seu grau de recomendação e aplicabilidade no Brasil.Uma vez concluída a elaboração desse questionário pelo Grupo I, passamos à segunda etapa do projeto, ou seja, a vo-tação dessas recomendações.Segunda etapa: VotaçãoA segunda etapa consistiu na reunião entre médicos de várias especialidades que estudam e tratam a bromialgia, com a nalidade de votarem na sua concordância ou não com as armações elaboradas pelo Grupo I. Essas armações reproduzem os achados obtidos nos estudos consultados na primeira fase. Para isso, formou-se o Grupo II, constituído pelos integrantes do Grupo I acrescidos de especialistas selecionados por suas respectivas sociedades médicas, levando-se em conta sua experiência e reconhecimento no tratamento da doença em avaliação. O Grupo II foi formado por 30 especialistas provenientes das seguintes sociedades: Sociedade Brasileira de Reumatologia, Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor, Sociedade Brasileira de Clínica Mé-dica, Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, Academia Brasileira de Neurologia e Associação Brasileira de Medicina Física e Reabilitação. A votação das armações elaboradas foi eletrônica, e os participantes não foram identicados individualmente, apare-cendo somente o resultado do grupo. No momento da votação, todos os especialistas foram alertados que as recomendações deveriam ser avaliadas de acordo com seu grau de recomen-dação e aplicabilidade no Brasil.Todas as recomendações foram votadas como SIM ou NÃO, sendo que seguindo a metodologia BASCE,7 somente aquelas que tiveram uma votação SIM ou NÃO igual ou su-perior a 70% do grupo foram consideradas consensuais. As armações que não obtiveram consenso na primeira votação foram motivo de argumentações entre um especialista favorá-vel e outro contrário. Após o término desse debate, foi realizada nova votação. As questões que, após a segunda votação, não atingiram o percentual estabelecido foram consideradas como não tendo alcançado consenso e, portanto, não foram incluídas nas recomendações desse Consenso Brasileiro. Dessa forma, as práticas aqui recomendadas foram aquelas que obtiveram pelo menos 70% de consenso, e as não recomen-dadas foram aquelas em que pelo menos 70% dos especialistas concordaram em não as recomendar. As que não obtiveram consenso foram aquelas em que não houve pelo menos 70% de concordância em recomendá-las ou não.Como documentação, a reunião de consenso foi lmada e também documentada por meio de voto eletrônico.CAPTAÇÃO DE RECURSOSA Sociedade Brasileira de Reumatologia contratou os serviços da empresa Axia.Bio para a captação de recursos, condução


O tratamento de primeira linha mais comum passa pelos analgésicos ou anti-inflamatórios para alívio de dor, aplicação de gelo ou calor na área dolorida e eventualmente fisioterapia. Ao contrário do que se pensa, o repouso absoluto não é recomendado. Os tratamentos adicionais dependem da doença que está a provocar a ciática. Os medicamentos, bem como a sua forma de administração devem ser SEMPRE prescritos por um médico, nunca devendo o doente automedicar-se. Como opção há a cirurgia, geralmente recomendada para casos que não obtiveram sucesso com tratamentos à base de medicamentos. A cirurgia, quando devidamente indicada, é extremamente eficaz e segura no tratamento da ciática, apresentando muito menores riscos que o uso continuado de medicamentos para alívio de dor. Atualmente, as técnicas minimamente invasivas tornaram a cirurgia à coluna extremamente eficaz e praticamente sem riscos, permitindo uma recuperação muito rápida.
Dor de disco é geralmente causada por hérnia de disco, estenose espinal ou tensão muscular. Dor lombar discogênica também é uma forma comum de dor nas costas, que é causado pelo desgaste do disco decorrentes com o aumento da idade e causando degeneração discal. A dor ciática é causada quando o líquido de dentro do centro de um disco na medula espinhal hérnia fora no canal espinhal e comprime uma raiz nervosa.
Frequentemente, a lombalgia desaparece por conta própria, mas se não forem adotadas medidas adequadas é comum que ela retorne. A ciática exige um tratamento mais específico, complexo e elaborado que a lombalgia simples, mas que costuma ser bem-sucedido quando bem executado, permitindo ao o paciente voltar a ter uma vida normal. Mas é importante segui-lo à risca para evitar complicações mais graves.
The study participants comprised 156 pregnant women equally distributed into three groups. There were no losses after randomization but the participants who had cesarean deliveries were excluded for the calculation of labor duration because of the surgical intervention during labor. Therefore, labor duration was analyzed in participants with vaginal deliveries, as described in the data collection process (Figure 2).

“São duas inovações no mesmo estudo: o equipamento e o protocolo de tratamento. Ao fazer a emissão conjugada de ultrassom e laser conseguimos normalizar o limiar de dor do paciente. Já o tratamento na palma das mãos contrapõe o tipo de atendimento feito hoje, muito focado nos pontos de dor”, disse Antônio Eduardo de Aquino Junior, pesquisador do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) da Universidade de São Paulo (USP), um dos autores do artigo.
Normalmente não são necessários testes específicos para se diagnosticar dor nas costas. O médico pode examinar o paciente e verificar se há alguma irregularidade com a coluna. Caso haja suspeita de alguma doença mais grave, exames de sangue e urina podem ser necessários para comprovar se há ou não algum outro fator que cause a doença (como infecções).
Os tratamentos que permitem o alívio sintomático (que permitem abrandar ou acabar com a dor) são eleitos como primeira escolha (tratamento conservador). Em algumas patologias, como por exemplo na hérnia discal, espondilose, etc., estão indicados outros tratamentos, nomeadamente o tratamento cirúrgico (cirurgia ou operação), na falência dos tratamentos conservadores. Veja mais informação sobre tratamento em cada uma das patologias.
(Fontes: Maurício Garcia, coordenador do setor de fisioterapia do Instituto Cohen de ortopedia, reabilitação e medicina do esporte e fisioterapeuta do Centro de Traumatologia do Esporte da Unifesp – CREFITO 3/8090-F; Ricardo Munir Nahas, ortopedista, traumatologista, médico do esporte e coordenador do Centro de Medicina do Exercício e do Esporte do Hospital Nove de Julho – CRM 34914/SP; Thiago Medeiros, fisioterapeuta e osteopata do Instituto Curarte e professor da Universidade São Francisco e UniMetrocamp – CREFITO 3 /125946-F)
É aconselhável que um indivíduo com dor nas costas deve ter uma dieta equilibrada. O leite, o suco, os brotos e as frutas devem ser tomados regularmente todos os dias. Vegetais cozidos no vapor como couve-flor, cenouras, tomates, espinafre e repolho também devem encontrar um lugar na sua tabela de alimentos. Os alimentos picantes, oleosos e pesados, bem como chá, café, pratos doces e coalhada, devem ser eliminados assim que você começar a sofrer de dor nas costas.
Contraditoriamente, apesar do paciente sentir-se persistentemente cansado, não fazer nada ao longo do dia tende a piorar os sintomas. Nada é pior para os sintomas da fibromialgia do que o sedentarismo. Exercícios físicos aeróbicos e musculação melhoram a qualidade de vida e diminuem a intensidade das dores e a sensação de cansaço. O paciente deve ser encorajado a sair da inércia e vencer a indisposição inicial. Estudos mostram que a prática de Yoga e Tai Chi Chuan são tão eficazes quanto exercícios aeróbicos, ajudando a melhorar o cansaço, as dores e a qualidade do sono.

Nossos programas são naturais e usam a capacidade do corpo para atingir metas específicas medidas, em vez de introduzir produtos químicos nocivos, reposição hormonal controversa, cirurgias indesejadas ou drogas viciantes. Queremos que você viva uma vida funcional que seja preenchida com mais energia, uma atitude positiva, um sono melhor e menos dor. Nosso objetivo é, em última análise, capacitar nossos pacientes para manter o modo de vida mais saudável.
Se já teve problemas ou cirurgias na coluna a longo prazo ou até mesmo durante a vida, você pode estar familiarizado com o ditado: "Existem dois tipos de jogadores de golfe... aqueles que têm problemas nas costas e aqueles que vão ter." No entanto, isso não significa que você tem que desistir de seu amor pelo esporte. Existem soluções alternativas que lhe permitirá lidar com sua dor nas costas e jogar golfe.
A eletroneuromiografia e estudos de condução nervosa podem ser úteis quando existe dúvida quanto ao diagnóstico. Já os exames de imagem, como ressonância magnética ou tomografia computadorizada são habitualmente usados para identificar a causa da ciatalgia, principalmente se esta for provocada por lesões, como hérnia de disco, estreitamentos do canal da medula ou tumores.
A acupressão e a massagem Tui Na, que pressionam pontos e meridianos, são uma extensão da teoria da acupuntura, com a diferença de que a penetração de pontos por agulhas não é necessária nestes casos. Os efeitos da acupressão podem ser, de certa forma, um pouco mais amenos do que os da acupuntura, mas tem-se obtido bons resultados para muitos tipos de sintomas. Da mesma forma que na acupuntura, os efeitos da acupressão podem ser aprimorados com a prescrição de ervas que tendem a acalmar ou estimular, dependendo do que for mais benéfico.
O tratamento de primeira linha mais comum passa pelos analgésicos ou anti-inflamatórios para alívio de dor, aplicação de gelo ou calor na área dolorida e eventualmente fisioterapia. Ao contrário do que se pensa, o repouso absoluto não é recomendado. Os tratamentos adicionais dependem da doença que está a provocar a ciática. Os medicamentos, bem como a sua forma de administração devem ser SEMPRE prescritos por um médico, nunca devendo o doente automedicar-se. Como opção há a cirurgia, geralmente recomendada para casos que não obtiveram sucesso com tratamentos à base de medicamentos. A cirurgia, quando devidamente indicada, é extremamente eficaz e segura no tratamento da ciática, apresentando muito menores riscos que o uso continuado de medicamentos para alívio de dor. Atualmente, as técnicas minimamente invasivas tornaram a cirurgia à coluna extremamente eficaz e praticamente sem riscos, permitindo uma recuperação muito rápida.
Este ponto de acupressão fica localizado entre o polegar direito e dedo indicador. Começando pela mão direita, para pressionar este ponto a sua mão deve estar relaxada, com os dedos ligeiramente curvados e o ponto deve ser pressionado com o polegar esquerdo e o dedo indicador esquerdo, de forma a que estes dois dedos formem uma pinça. Os restantes dedos da mão esquerda devem ficar em repouso, logo em baixo da mão direita. 

Exames radiológicos mais modernos, ainda pouco usados na prática médica do dia-a-dia, conseguiram demonstrar que pacientes com fibromialgia apresentam sinais precoces de envelhecimento do cérebro, com redução da área cinzenta (local do cérebro onde ficam os neurônios). Estas alterações podem justificam uma exagerada interpretação do cérebro aos estímulos externos.


Labor duration for the parturients receiving acupressure at the SP6 point was smaller than that for the women receiving the simulated technique (TG) or the standard treatment (CG). This difference was greater when compared with TG, even though SP6G received induction or augmentation of labor with pharmaceuticals at levels equivalent to those received by the TG group. The study of the placebo effect can be disregarded when considering the use of uterotonic agents and the labor duration among the three groups.
×