Lin Tchie Yeng – Prescrever apenas analgésicos não é o suficiente. O tratamento clássico envolve antidepressivos em doses menores do que as indicadas para a depressão, uma vez que os neurotransmissores da dor e da depressão no sistema nervoso são muito similares ou, às vezes, os mesmos. Quando se receitam esses medicamentos, os pacientes precisam ser informados de suas propriedades específicas para garantir a adesão ao tratamento.
Os remédios indicados para combater a dor ciática podem ser o Paracetamol, Ibuprofeno, ou os mais fortes, derivados da morfina como o Tramadol,  mas um relaxante muscular e o Diazepan também podem ser indicados pelo ortopedista. Mas uma forma mais natural de combater a dor é tomar o complexo de vitamina B, já que esta melhora a saúde dos nervos do corpo.
Depois de decidir que pretende levantar um objeto, fique o mais perto dele possível. Dobre os joelhos. Mantenha as costas direitas como se tivesse um pau de vassoura atado à coluna. Levanta-se com os músculos das pernas, ao mesmo tempo que contrai os músculos do estômago. Respire normalmente. Mantenha uma posição equilibrada ao longo de todo o levantamento conservando os pés afastados à largura dos ombros. E não torça a coluna durante o levantamento. Mantenha sempre o corpo alinhado com o objeto.

– Aplicar compressa fria para aliviar a dor. O frio reduz a inflamação e atua como um anestésico local. Use bolsas frias (Cold Pack), disponível em farmácias. É aconselhável usar frio no início da inflamação e da dor. Aplicar por exemplo, durante 15 minutos a cada três horas. Evitar a aplicação de frio diretamente sobre a pele, utilize uma pequena bolsa de tecido para evitar o contacto direto entre a pele e a bolsa gelada.
A dor na coluna atinge uma larga maioria da população, estando entre as principais causas de absentismo ao trabalho. Apesar das dores na coluna serem na maioria dos casos perfeitamente benignas, elas podem ser muito incomodativas e incapacitantes, degradando muito a qualidade de vida das pessoas. Felizmente, que na maioria dos casos, existe um conjunto de medidas curativas e preventivas que nos permitem tratar e prevenir eficazmente este problema. Veja mais informação em tratamentos e medidas preventivas.
Lin Tchie Yeng — Sabe-se que 70% a 80% das pessoas já sentiram, em algum momento, dor nas costas. Essas dores, no entanto, são benignas e costumam melhorar espontaneamente, sem tratamento. As dores da fibromialgia duram pelo menos três meses e, em geral, não apresentam resposta satisfatória aos tratamentos clássicos com analgésicos, anti-inflamatórios e fisioterapia. Por isso, quando a dor for crônica, é importante procurar um especialista para diagnóstico preciso e indicação de tratamento adequado.
O terceiro momento, Estágio Automático, tem como objetivo permitir a realização de exercícios que proporcionem desafios e gestos esportivos, sendo realizados com cuidado para assegurar que não haja compensação. Nestes últimos estágios, também é realizado o trabalho de fortalecimento dos músculos estabilizadores da pélvis (glúteos). Pois o alinhamento desta região influencia na distribuição de cargas na coluna lombar. Além disso, é feita a reeducação de atividades da vida diária do indivíduo, desde movimentos simples, como sentar e levantar. É fundamental que a escolha dos exercícios seja criteriosa para cada paciente. Para isso, o profissional que vai receber o paciente com dor no estúdio de Pilates deve ter conhecimento para determinar quais exercícios são mais indicados a partir de uma avaliação, evitando o risco de novas lesões ou a piora do quadro de dor.

– Aplicar compressa fria para aliviar a dor. O frio reduz a inflamação e atua como um anestésico local. Use bolsas frias (Cold Pack), disponível em farmácias. É aconselhável usar frio no início da inflamação e da dor. Aplicar por exemplo, durante 15 minutos a cada três horas. Evitar a aplicação de frio diretamente sobre a pele, utilize uma pequena bolsa de tecido para evitar o contacto direto entre a pele e a bolsa gelada.
Os produtos e as reivindicações feitas sobre produtos específicos no ou através deste site não foram avaliadas pela LuckyVitamin.com ou pelo Food and Drug Administration dos Estados Unidos e não são aprovados para diagnosticar, tratar, curar ou prevenir doença. As informações contidas neste site possuem apenas fins informativos e não pretendem substituir o aconselhamento do seu médico ou outro profissional de saúde, ou ainda qualquer informação contida no rótulo ou embalagem de qualquer produto. Você não deve utilizar as informações contidas neste site para diagnóstico ou tratamento de qualquer problema de saúde ou para a prescrição de qualquer medicação ou outro tratamento. Você deve se consultar com um profissional da saúde antes de iniciar qualquer dieta, exercício ou programa de suplementação, antes de tomar qualquer medicação, ou se você tiver ou suspeita que você tenha um problema de saúde.
×