As redes de contactos profissionais, cujo exemplo mais famoso costumava ser LinkedIn e Plaxo, são uma das várias redes sociais, como o Archifamous, MySpace e o Facebook. As redes sociais de lazer foram os primeiros a aparecer e uma vez que o seu poder de comunicação foi clara, a comunicação empresarial não demorou muito a tentar tirar vantagem deste potencial e as redes de contactos profissionais nasceram. Estas redes de contactos profissionais trabalham num link baseado num convite, interligando todos os contactos profissionais numa única conta. Desta forma, poderá surgir um variado número de negócios, que não foram visíveis no mundo off-line, através do contacto profissional retirado dessa única conta (pode ser um cliente, fornecedor, distribuidor, etc.).
Nichos de mercado pequenos também são extremamente interessantes de rentabilizar por meio de marketing de afiliados. Imagine um blog sobre viagens, sobre receitas, sobre moda, etc. Todos esses projetos de nicho podem e devem ser rentabilizados com programas de afiliados. Existem imensos afiliados profissionais utilizando sites e blogs em nichos de mercado bem pequenos, mas faturando muito dinheiro em comissões.
Um sistema CRM é um importante componente electrónico que tem originado que vários autores se refiram ao E-CRM, no entanto, nos últimos 10 anos desde os primeiros CRM adaptados por empresas pioneiras, as actividades online geraram uma revolução no mundo empresarial, somente comparável à revolução industrial do século XIX. Portanto é necessária uma focalização no “e” do e-CRM: cada vez mais os dados têm proveniência nos canais digitais, o que cada vez tem mais importância no marketing estratégico das empresas.
O marketing de busca são estratégias para posicionar o(s) site(s) de sua empresa nas primeiras colocações do Google. Há duas maneiras para colocar sua empresa no Google: Através dos Links Patrocinados (AdWords) e da Otimização de Sites (SEO - Search engine optimization). A primeira são técnicas para criar os anúncios pagos do Google e a segunda são técnicas para organizar o conteúdo e estrutura do site de modo que o site seja encontrado de maneira natural pelo cliente/usuário. Por ser um processo natural, não gera custos para os donos das páginas, diferentemente dos links patrocinados. A busca orgânica apresenta resultados que são obtidos pela análise dos sites em função de sua relevância e da palavra-chave[6].
O mercado de marketing de Afiliados é, nos dias de hoje, um dos mais prósperos em nível mundial. Com cada vez mais empresas e usuários a trabalharem conjuntamente em prol do mesmo objetivo, trabalhar com programas de afiliados tornou-se fundamental, tanto para as empresas que pretendem crescer e gerar mais vendas, como para os blogueiros e editores de conteúdos que procuram uma forma eficaz de rentabilizar seus sites e gerar mais leitores. Com um modelo de negócios bastante simples e direcionado para a partilha de receitas sobre as vendas, ambas as partes ganham com o mesmo cliente, o que significa que tanto as empresas quanto os publishers estão trabalhando no mesmo sentido e em prol do mesmo objetivo: ganhar dinheiro!
I am a huge believer in content. Providing great trendy content is by the most reliable and efficient way to market your site. No wonder many Internet marketing companies are switching to various content marketing services. However producing great content on a regular basis may be overwhelming (and as many people believe, impossible). Coming up with new and new great and popular article ideas is something we are all struggling with.
O bom do marketing de afiliados é que você não precisa de criar absolutamente nada. Caso você pretenda, é possível ganhar muito dinheiro trabalhando com esse mercado, promovendo ofertas de produtos, sem que na realidade você tenha de criar um blog, site ou outra coisa qualquer. Existem afiliados ganhando muito dinheiro e a única coisa que fazem é anunciar no Facebook, Google AdWords e native ads. Há também quem prefira usar estratégias mais avançadas, como  comprar tráfego para promover programas de afiliados.
¡Hoy en día el marketing de afiliados en línea es un negocio ENORME! Millones de personas de diversos países del mundo están comercializando programas y productos de afiliados. Y el número sigue creciendo de forma exponencial a diario. Personas de todos los ámbitos de la vida están tomando el camino del afiliado a la riqueza y convirtiéndose en millonarios de Internet. Entonces, ¿qué es esta furia en línea llamada Marketing de afiliados? Es una relación comercial entre un comerciante o proveedor de servicios y socios afiliados que trabajan juntos para promover un producto o servicio. El comerciante paga al afiliado una comisión por generar clientes potenciales, clics o ventas para su producto o servicio. ¿Por qué es tan popular el marketing de afiliación en línea?
O modelo de comissão por mil impressões foi amplamente difundido quando a internet chegou ao público em geral. Nesse modelo de comissão, o afiliado recebia um valor fixo a cada mil impressões de um banner publicitário, independentemente de o usuário clicar no banner ou não. Logicamente, na década de 80 e 90, o número de cliques em banners publicitários era altíssimo, com taxas de cliques a chegar a 96%, o que invariavelmente fazia com que a maioria dos usuários clicasse nos anúncios.
© 2019, AWIN VEICULAÇÃO DE PUBLICIDADE NA INTERNET LTDA. Todos os direitos reservados. A AWIN é parte do Axel Springer Group. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida, traduzida, arquivada em um sistema de recuperação ou transmitida de qualquer forma ou por qualquer meio, eletrônico, mecânico, fotocópia, gravação ou outro, sem a permissão prévia do proprietário dos direitos autorais.
É importante considerar que as raízes do marketing digital são muito semelhantes ás do “Direct Mail Marketing”(Marketing Postal Direto) onde anúncios para diversos produtos eram colocados em jornais e revistas com o objetivo de vender esses mesmo produtos à distancia por encomenda direta. A imprensa tradicional perdeu muito interesse com o facto de que as campanhas digitais podem ser analisadas detalhadamente em termos de eficácia, o que é impossível com anúncios em jornais e revistas.[3]
Modelo baseado no marketing relacional que se traduz na relação entre duas empresas B2B (business to business) ou entre a empresa e o consumidor (business to consumer) B2C. Este modelo relacional evoluiu com a era digital, tornando a hipótese de escolha mais aproximada a cada um dos consumidores. A capacidade de agrupar clientes com gostos ou preferências semelhantes permitiu melhorar a oferta nas campanhas de marketing. Quase podemos comparar a oferta direccionada para o cliente com a loja de proximidade, em que o interlocutor habitual já conhece os hábitos e sempre que surge um produto adequado tenta vende-lo e quase sempre com sucesso.

The Nielsen Global Connected Commerce Survey conducted interviews in 26 countries to observe how consumers are using the Internet to make shopping decisions in stores and online. Online shoppers are increasingly looking to purchase internationally, with over 50% in the study who purchased online in the last six months stating they bought from an overseas retailer.[23]

According to Statistica, 76% of the U.S. population has at least one social networking profile and by 2020 the number of worldwide users of social media is expected to reach 2.95 billion (650 million of these from China alone). Of the social media platforms, Facebook is by far the most dominant - as of the end of the second quarter of 2018 Facebook had approximately 2.23 billion active users worldwide (Statistica). Mobile devices have become the dominant platform for Facebook usage - 68% of time spent on Facebook originates from mobile devices.
Os chamados infoprodutos, ou produtos digitais, são também uma excelente forma de trabalhar com marketing de afiliados. Existem várias plataformas que oferecem esse tipo de produtos e também muitos afiliados trabalhando na divulgação, recebendo comissões extremamente elevadas pelas vendas geradas. Este é um mercado que está crescendo imenso no Brasil.
Neste tipo de programas de afiliados, você é remunerado ao clique, ou seja, independentemente do formato de anúncios que você decidir utilizar em seus sites ou blogs (links de texto, banners publicitários, e-mail marketing, etc), você será sempre remunerado de acordo com os cliques que a campanha receber. Sempre que um usuário clicar num dos seus meios de publicidade, você receberá um valor fixo por clique, que pode variar de anunciante para anunciante.
"Long story short, we are in the middle of a BIG MOVE and all the quality traffic you've been driving to our web site has been keeping us busy. There hasn't been a night (except for maybe today, Memorial Day) where myself and our entire staff has not been burning the midnight oil trying to keep up with all the customers! Oh yeah, this is a GOOD THING. Sleep is over rated! :) Thanks for kicking ass (you are link ninjas... )!" Barry M.
O modelo de comissão por mil impressões foi amplamente difundido quando a internet chegou ao público em geral. Nesse modelo de comissão, o afiliado recebia um valor fixo a cada mil impressões de um banner publicitário, independentemente de o usuário clicar no banner ou não. Logicamente, na década de 80 e 90, o número de cliques em banners publicitários era altíssimo, com taxas de cliques a chegar a 96%, o que invariavelmente fazia com que a maioria dos usuários clicasse nos anúncios.
×