As redes de contactos profissionais, cujo exemplo mais famoso costumava ser LinkedIn e Plaxo, são uma das várias redes sociais, como o Archifamous, MySpace e o Facebook. As redes sociais de lazer foram os primeiros a aparecer e uma vez que o seu poder de comunicação foi clara, a comunicação empresarial não demorou muito a tentar tirar vantagem deste potencial e as redes de contactos profissionais nasceram. Estas redes de contactos profissionais trabalham num link baseado num convite, interligando todos os contactos profissionais numa única conta. Desta forma, poderá surgir um variado número de negócios, que não foram visíveis no mundo off-line, através do contacto profissional retirado dessa única conta (pode ser um cliente, fornecedor, distribuidor, etc.).

For years, I blogged a lot about SEO and link building, and I won some cool awards for my writing. Although I no longer write much for the public, I’m still reading all of the news and theories of others in this industry on a daily basis. I still live, sleep, and breathe SEO. Plus, we have Ann Smarty on our team who blogs and writes enough across the Web to compensate for both of us. Today, I tend to focus my time on my business and clients, not on writing or speaking my thoughts to the world.


Digital marketing's development since the 1990s and 2000s has changed the way brands and businesses use technology for marketing.[2] As digital platforms are increasingly incorporated into marketing plans and everyday life,[3] and as people use digital devices instead of visiting physical shops,[4][5] digital marketing campaigns are becoming more prevalent and efficient.
Porque estou compartilhando o meu conhecimento com você? A internet é uma ferramenta maravilhosa que nos permite compartilhar novas ideias e estratégias que podem ser usadas por outras pessoas para se tornarem mais ricas, mais fortes, mais inteligentes, etc. Por outras palavras, a Internet permite que as pessoas ofereçam seus conhecimentos para o benefício de outros e eu gosto desta ideia de compartilhar o meu conhecimento com o mundo.
Os programas de afiliados em CPV têm como base as vendas. São normalmente programas de afiliados de lojas de e-commerce em que o objetivo do blogueiro é converter usuários para comprar produtos numa determinada loja online, independentemente do nicho. Por norma, os programas de afiliados por CPV pagam um valor percentual (%) sobre as vendas realizadas, ou seja, ao enviar um usuário para a loja de e-commerce, se ele comprar XX produtos, o blogueiro recebe YY% de comissão sobre o valor da compra do usuário.

Una guía completísima y útil Frank. El asunto “publicidad frente a afiliación” es bastante interesante, sobre todo porque la publi convencional en Internet parece que ha tocado casi fondo. De hecho hasta el New York Times se interesa ahora por los enlaces de afiliados como via de diversificar ingresos y ha comprado una web que se dedica precisamente a eso, a revisar productos y obtener comisiones de Amazon, como modelo de negocio.

×