Segunda geração da Web onde o conceito é a Web como plataforma, para uma comunidade e serviços na internet, com realce na colaboração e na partilha de informação. Há mais de 10 anos quando surgiu o e-marketing, os sites eram um género de cartão de visita sofisticado, que algumas empresas “mais na moda”, utilizavam para se apresentar a potenciais clientes na internet. A tecnologia tem permitido a evolução deste conceito até converter os sites iniciais em verdadeiras ferramentas de e-branding: a venda pela internet não é obrigatória; ou até mesmo aconselhável em certas ocasiões, algumas vezes a verdadeira chave para o sucesso é ser capaz de induzir o visitante a comprar através de um diferente canal. Para ajudar a atingir esse objectivo, nada melhor do que, permitir aos utilizadores que conheçam o negócio através de sites interactivos e social media que lhes possibilitem ter um papel activo no desenvolvimento de conteúdos. Existem muitos exemplos, o melhor é olhar para os rankings dos melhores sites do ano por sector para perceber o que melhor se faz nesta área.

Os banners tradicionais de animações cíclicas estão prestes a tornar-se ferramentas de baixo custo. Estão a ser substituídos por uma nova geração de propaganda visual e chamado Rich Media Advertising, que, sendo uma mistura de jogos online de Internet e spots de TV (aumenta CTR). É uma nova ferramenta de publicidade online com base na contratação de espaço comercial de média digital, cujo conteúdo enriquecido por vídeo streaming com as mais recentes técnicas de animação, bem como softwares para download que se podem interagir.


Ao contrário do que muitos afiliados acham, anúncios também precisam ser relevantes para o seu público-alvo. Existem imensos afiliados que promovem produtos através de anúncios de Facebook, Google AdWords e native ads, sem se preocuparem minimamente com a relevância do produto para o público-alvo. Muitos deles utilizam inclusive estratégias de copywriting com o objetivo de enganar esse público e levá-lo a clicar nos anúncios.
Los trabajos como electricista, plomero y carpintero están aumentando en todo el país. El sector de la infraestructura también parece que verá un boom de plazas disponibles los próximos años. ¿A qué se debe esto? De acuerdo a una nota publicada en NPR, estos oficios calificados no se están llenando a la misma velocidad en que aparecen porque los jóvenes de hoy en día están enfocándose más en completar sus estudios universitarios que en seguir una carrera técnica.
Algoritmos de e-marketing que permitem que produtos de serviços com prazos de fecho próximos possam ter preços electronicamente ajustados de modo a assegurar os custos fixos, dependendo da proximidade da data de transacção (preços descem com a proximidade da data de transacção). O exemplo mais típico é um bilhete de avião. De acordo com uma pesquisa da Wharton School, o preço de um bilhete de avião pode variar até 78% dependendo do operador e do momento da venda. Além da utilização nos serviços a temporização de preços também é utilizada intensivamente em bens perecíveis, quer para fins mais domésticos (floristas online) quer empresariais. Nos marketplaces normalmente estes produtos são vendidos com grandes descontos quando se aproxima a data de expiração do bem. Um dos maiores exemplos de temporização de preços é o caso da companhia de aviação low-cost easyJet, criada em 1995. O seu fundador, mais recentemente criou o grupo easyGroup e que alargou o conceito a outros negócios, EasyHotel, EasyCar, EasyPizza…
Una guía completísima y útil Frank. El asunto “publicidad frente a afiliación” es bastante interesante, sobre todo porque la publi convencional en Internet parece que ha tocado casi fondo. De hecho hasta el New York Times se interesa ahora por los enlaces de afiliados como via de diversificar ingresos y ha comprado una web que se dedica precisamente a eso, a revisar productos y obtener comisiones de Amazon, como modelo de negocio.
×