Ensaios controlados e randomizados (ECR) desenvolvidos em alguns países da Ásia 4 , 5 , 11 , 12 e do Oriente Médio 14 , 15 , 18 avaliaram os efeitos da acupressão na duração da primeira etapa do TP e na via de parto. Nesses estudos, foram identificados três pontos de acupuntura, alvos da acupressão: ponto Sanyinjiao (BP6), 4 , 11 , 12 , 14 , 18 ponto Hegu (IG4) 5 e ponto Zhiyin (B67). 5
– Faça atividades físicas pelo menos três vezes por semana. Ser sedentário prejudica o organismo por diminuir a flexibilidade, além da fraqueza muscular nas costas, no quadril e nas coxas. Tudo isso contribui para a diminuição do movimento das articulações, inclusive nas tarefas cotidianas. Porém, estas atividades precisam ser supervisionadas por um profissional de academia, já que, feitas de maneira errada, também podem provocar lombalgia.
... Por meio do fortalecimento muscular nos membros inferiores proporcionado pelo método os pacientes ganham mais equilíbrio dinâmico e estático, já o fortalecimento do Power House desencadeia uma maior estabilidade lombar, sustentando a coluna lombar evitando possíveis lesões (LEE, et al., 2014 foi à soma das respostas afirmativas que podem variar de 0 a 24 pontos, o valor zero corresponde a pacientes sem queixas e o valor máximo aos doentes com limitações graves (JUNIOR et al., 2010). ...
A fibromialgia, na medicina moderna, é qualificada como uma síndrome ou transtorno de dor crônica, na qual a pessoa sente dores por todo o corpo. Esssas dores estão mais evidenciadas nas articulações, nos músculos, tendões, em outros tecidos moles. Causando fadiga, sonolência, indisposição, dores de cabeça, depressão e ansiedade. A fibromialgia ainda não tem cura.
O cálculo renal (ou pedra nos rins) é uma das doenças mais frequentes do trato urinário, sendo mais frequente nos homens entre os 30 e os 50 anos de idade. Nos países desenvolvidos, pode atingir cerca de 20% da população. Os sinais e sintomas, habitualmente presentes são: desconforto ou dor lombar, por norma unilateral (de um só lado (rim), pode verificar-se sangue na urina (hematúria), infeções urinárias recorrentes (ou de repetição), entre outros sinais e sintomas.
Atividades passivas como massagem, ultra-som, eletroterapia, termoterapia, eletromiografia estimulação nervosa elétrica transcutânea (TENS), laser, tração, assim como programas multidisciplinares e terapia cognitiva comportamental devem ser evitadas para tratamento da lombalgia aguda, pois poderiam aumentar o risco de indisposição do paciente e cronicidade da doença.
O tratamento da dor nas costas depende da causa subjacente. Ou seja, após diagnóstico, o médico deve definir um plano de tratamento de acordo com a patologia responsável pela dor. O doente nunca se deve automedicar ou tentar qualquer tipo de tratamento alternativo sem aconselhamento médico, sob pena de poder agravar o problema e até existir risco de morte em alguns casos. Como vimos, existem algumas patologias que são potencialmente perigosas se não forem diagnosticadas e tratadas de forma correta e atempada.
No século passado, atribuía-se o grande número de pessoas com dor lombar aos esforços feitos pelo corpo de forma repetida e errada, e com o desenvolvimento tecnológico, a tendência seria diminuir, já que hoje, se quisermos, não precisamos nem sair de casa para nada. E quanto aos atletas, seres fortes, saudáveis, com abdominais invejáveis (para alguns), exemplos de saúde, qual a razão de também sofrerem com as malditas dores? Fortalecer a musculatura ou alongar? Só abdominal resolve? Perguntas como estas são diárias nos consultórios e academias, só que não é tão simples assim. A boa saúde de nosso organismo como um todo depende de uma diversidade de fatores, em sua maioria, muito simples e que muitos teimam em complicar. Para um corpo ser saudável, ele precisa de fortalecimento e atividade, alongamento e repouso, além, é claro, de uma boa nutrição e hidratação.

Em um novo artigo científico publicado em junho deste ano, igualmente no Journal of Novel Physiotherapies, intitulado Podem as mão prover um novo tratamento para a fibromialgia? Um estudo piloto, a mesma equipe de pesquisa, desta vez reforçada com as participações de Heloisa Ciol (IFSC/USP) e Anderson Luis Zanchin (MM Optics), relatou as diferenças encontradas entre este novo tratamento e o primeiro (cuja aplicação combinada incidia apenas sobre o trapézio), tendo chegado à conclusão que o novo protocolo se apresenta como o mais eficiente para o restabelecimento da qualidade de vida dos pacientes acometidos com fibromialgia e para a redução quase integral dos estados de dor.
Se você vive com dor crônica, vida pode parecer insuportável às vezes. Ao contrário de dor aguda, que é maneira o corpo de nos dizer que algo está errado, a dor crônica é dor em curso que serve a nenhum propósito útil. Este tipo de dor pode apresentar em muitos formulários diferentes. Pode ser em curso para trás dor, reumatismo ou artrite, que faz com que passe a dor nas articulações, dor interna no joelho, dores de cabeça crônicas ou qualquer dor associada com doença crônica. Dor crônica é a dor que serve a nenhum propósito útil. Isso realmente pode ser debilitante. Aqui estão algumas dicas úteis sobre como aliviar essa dor e gerenciá-lo melhor.
Os produtos e as reivindicações feitas sobre produtos específicos no ou através deste site não foram avaliadas pela LuckyVitamin.com ou pelo Food and Drug Administration dos Estados Unidos e não são aprovados para diagnosticar, tratar, curar ou prevenir doença. As informações contidas neste site possuem apenas fins informativos e não pretendem substituir o aconselhamento do seu médico ou outro profissional de saúde, ou ainda qualquer informação contida no rótulo ou embalagem de qualquer produto. Você não deve utilizar as informações contidas neste site para diagnóstico ou tratamento de qualquer problema de saúde ou para a prescrição de qualquer medicação ou outro tratamento. Você deve se consultar com um profissional da saúde antes de iniciar qualquer dieta, exercício ou programa de suplementação, antes de tomar qualquer medicação, ou se você tiver ou suspeita que você tenha um problema de saúde.
×