Table 1 shows the general characteristics of the parturients according to group location. The groups were similar with regard to age, level of education, and marital status. Most participants received education up to high school (96.0% in SP6G, 90.4% in TG, and 94.2% in CG). The remainder was still in school or had already completed higher education.
“Comecei a pesquisar muito sobre os efeitos negativos do anticoncepcional, porque tive pessoas próximas que tiveram problemas de saúde por tomar a pílula. Geralmente os médicos não expõem os riscos quando você pede um método contraceptivo. Depois de muita pesquisa decidi parar por ‘N’ motivos: chance de trombose, mudança de humor e histórico de câncer na família. Optei por usar o DIU de cobre, queria me ver livrar dos hormônios. Tive que ser persistente para conseguir pelo convênio, mas também dá para colocar pelo SUS. Com zero hormônio sintético meu corpo passou a funcionar na íntegra: ovulação, TPM e variação de humor.”
Lin Tchie Yeng – A psicoterapia ajuda a pessoa a entender e reduzir os fatores desencadeantes. Hoje, em vez da psicoterapia clássica muito difundida no Brasil, defende-se a utilização das terapias cognitivo-comportamentais que buscam modificar a percepção do que acontece ao redor e o comportamento. Se o paciente compreender a causa da doença e desenvolver hábitos e comportamentos adequados, saberá lidar melhor com os episódios dolorosos. 

A lombalgia – dor nas costas – está presente na grande maioria da população mundial adulta, sendo que de 30 a 40% destas pessoas apresentam de forma assintomática hérnia de disco lombar e de 2 a 3% já estão acometidas pelo sintoma desta patologia, cuja prevalência acima dos 35 anos é de 4,8% no universo masculino e 2,5% no feminino. No país, segundo dados do IBGE, a hérnia de disco atinge 5,4 milhões de brasileiros. O problema é consequência do desgaste da estrutura entre as vértebras que, na prática, funcionam como “amortecedores” naturais do impacto entre elas. Dessa forma, a estrutura se desloca e comprime os nervos da região.

O tratamento para que a dor ciática não volte pode ser feito com sessões de fisioterapia, osteopatia, acupuntura, hidroginástica e Pilates clínico. Nos casos mais graves é preciso realizar uma cirurgia para descomprimir o nervo ciático inflamado ou reduzir a hérnia disco, caso seja esta a raiz do problema, mas cerca de 90% das pessoas não precisam de cirurgia e alcançam a cura através da fisioterapia. Saiba todas as opções de tratamento para dor no nervo ciático.
A espinha dorsal é uma complexa rede que liga nervos, articulações, músculos, tendões e ligamentos, e todos são capazes de produzir dor. Grandes nervos que se originam da espinha e vão até as pernas e braços podem espalhar dor para as extremidades. Todavia, algumas vezes a dor nas costas pode ser experimentada mesmo quando nenhum problema anatômico subjacente é aparente.
Existem várias classes de medicamentos destinadas a apaziguar essas dores –  e só especialistas podem escolher a ideal para o seu caso. Nas lombalgias comuns, a praxe é lançar mão de comprimidos de anti-inflamatórios e analgésicos. Vez ou outra são receitados relaxantes musculares. Agora, se a dor faz o paciente urrar, entram em jogo injeções de corticoides e outros fármacos da pesada. Nas dores crônicas ou resistentes a tratamentos mais leves, entram em cena os opioides – que devem ser utilizados com extrema cautela em função do risco de dependência. Em situações extremas, a saída é implantar, dentro do corpo, uma bomba que libera aos poucos morfina.
É tentadora e parece lógica a opção pelo repouso total após uma crise de dor nas costas, mas a literatura demonstra com muita clareza que o imobilismo está entre as piores decisões que se pode adotar na presença de dor crônica na coluna vertebral. Obviamente, durante uma crise aguda de lombalgia, os movimentos do tronco e dos membros ficam bastante comprometidos. Mas, após diagnóstico adequado e tratamento médico da fase aguda, é recomendável o retorno gradual às atividades físicas cotidianas e, em seguida, ao programa de exercícios que deverá receber alguns ajustes. Normalmente, essa sequência somente é possível após tratamento fisioterapêutico.
É importante lembrar que na acupuntura acredita-se na existência de 3 tipos de ansiedade: a causada por excesso, por estagnação ou por deficiência. Nesse caso, se a auto aplicação não demonstrar resultados, é aconselhável buscar o tratamento profissional. O terapeuta deverá observar qual a sua deficiência energética, escolhendo os pontos mais aconselháveis para trabalhar.
Se você vive com dor crônica, vida pode parecer insuportável às vezes. Ao contrário de dor aguda, que é maneira o corpo de nos dizer que algo está errado, a dor crônica é dor em curso que serve a nenhum propósito útil. Este tipo de dor pode apresentar em muitos formulários diferentes. Pode ser em curso para trás dor, reumatismo ou artrite, que faz com que passe a dor nas articulações, dor interna no joelho, dores de cabeça crônicas ou qualquer dor associada com doença crônica. Dor crônica é a dor que serve a nenhum propósito útil. Isso realmente pode ser debilitante. Aqui estão algumas dicas úteis sobre como aliviar essa dor e gerenciá-lo melhor.
Curiosamente, apesar da riqueza de sintomas, não há alterações detectáveis nos exames laboratoriais nem nos exames de imagem, como radiografias, ultrassonografia, tomografias, etc. Além da dor, mais nada é detectado através do exame físico do paciente com fibromialgia. Biópsias realizadas nos músculos, tendões e ligamentos nada revelam, não há sinais de inflamação, não há lesões e muito menos alterações estruturais.

Formado em fisioterapia pela Unifor (Universidade de Fortaleza) em 1985, Helder Montenegro é presidente da Associação Brasileira de Reabilitação de Coluna – ABRColuna, Presidente de honra por seis edições do Congresso Internacional de Fisioterapia Manual e autor do livro Hérnia de Disco e Dor Ciática que alcançou a venda de 10.000 exemplares, apenas, na primeira edição. Desenvolveu, pioneiramente, um trabalho eficaz voltado ao tratamento das patologias da coluna vertebral, prestigiado e utilizado como referencial por muitos outros profissionais do ramo. Nestes anos de experiência com a fisioterapia e o empreendedorismo, sempre procurou incentivar os colegas fisioterapeutas de que, mesmo com os diferentes empecilhos, o trabalho poderia alcançar relevância em notoriedade. E, dessa forma, Helder Montenegro se destacou no ramo da gestão, sendo reconhecido pelo empenho e comprometimento com a fisioterapia. As palestras e conferências que ministra deram um enorme salto qualitativo à profissão que, a cada dia, expande em seu espaço no cenário nacional. Foi um dos primeiros fisioterapeutas a chefiar o departamento médico de um grande clube do futebol brasileiro; atuou como fisioterapeuta no futebol europeu, no clube Galatasaray, na Turquia (2000); contribuiu, significativamente, para a introdução e divulgação das técnicas de Fisioterapia Manual no Brasil, como professor de pós-graduação, ministrando cursos, palestras e promovendo seis congressos internacionais, sendo dois transmitidos ao vivo, via satélite (em 2001), e outro ao vivo (em 2014) transmitido pela internet. Participou de cursos e estágios na Europa (Podoposturologia, Osteopatia, Cadeias Musculares) e nos Estados Unidos (Maitland e Programas científicos da Chattanooga Group utlizando Eletroterapia, Mesa de tração Triton DTS, Mesa de Flexão Ergostyle e Estabilização Vertebral) firmando, então, uma parceria com este grande grupo e criando a técnica de Reconstrução Músculo-Articular da Coluna Vertebral.
O desconforto pode, portanto, apresentar a anatomia da coluna no topo devido a lesões ou estresse postural. E', no entanto oportuno considerar que, geralmente, a dor na parte superior das costas não ocorre de forma simétrica sobre a coluna vertebral, mas a dor e unilateral, em seguida, haverá uma dor nas costas na parte superior do lado esquerdo ou do lado direito.
Cada paciente é único e apresenta condições muito específicas ao desenvolver a dor ciática. O tempo de cura vai depender mais da gravidade da doença. Em alguns casos, o paciente melhora com maior facilidade porque a inflamação aguda desaparece em poucos dias. Mas isso nem sempre ocorre e dependendo do tratamento (que deve ser realizado o quanto antes e da forma mais adequada) o paciente pode demorar mais tempo para alcançar sua recuperação. Normalmente, o tempo de recuperação é de cerca de 3/4 semanas com a terapia certa.
Muitos fatores são importantes para evitar que uma lombalgia aguda se torne crônica. A correção postural, principalmente na maneira de se sentar no trabalho e na escola é essencial. Na fase aguda, a ginástica é importante. Quando fizer exercício com pesos na ginástica, proteja a coluna deitando ou sentando com apoio nas costas. Sempre evitar carregar peso. Não permanecer curvado por muito tempo. Quando se abaixar no chão, dobrar os joelhos e não dobrar a coluna. Para outros esclarecimentos, consulte o seu médico ortopedista.
De acordo com sua declaração, um disco em Woods devolveu-se seriamente devido a causar ciática, as três cirurgias e dor severa nas costas e nas pernas. Durante a operação recente, o disco danificado foi removido e o espaço do disco colapsado foi elevado a níveis que eram regulares. O objetivo é aliviar a pressão sobre o nervo, diz o comunicado. O procedimento foi realizado pelo Dr. Richard Guyer do Centro de Reposição de Disco no Texas Back Institute.
Na consulta, deve descrever todos os sintomas e intensidade da dor. O médico especialista escutará a história do doente e em seguida realizará um exame físico para identificar as possíveis causas da dor. Em seguida, poderá, dependendo da avaliação, solicitar alguns exames de imagem para diagnosticar a causa da ciática, tais como Raio-X, Ressonância magnética ou TAC.
Na hérnia de disco – quando acontece esforço, o material nuclear é impelido para trás através das fibras do anel fibroso, nesse momento você não sente a dor. Mas durante a noite, por causa da maior embebição aquosa do núcleo e da elevação da pressão intradiscal as fibras se rompem. Horas depois a pessoa começa a sentir uma dor aguda e intensa com irradiação da dor para o membro inferior.
É importante lembrar que na acupuntura acredita-se na existência de 3 tipos de ansiedade: a causada por excesso, por estagnação ou por deficiência. Nesse caso, se a auto aplicação não demonstrar resultados, é aconselhável buscar o tratamento profissional. O terapeuta deverá observar qual a sua deficiência energética, escolhendo os pontos mais aconselháveis para trabalhar.

Na consulta, deve descrever todos os sintomas e intensidade da dor. O médico especialista escutará a história do doente e em seguida realizará um exame físico para identificar as possíveis causas da dor. Em seguida, poderá, dependendo da avaliação, solicitar alguns exames de imagem para diagnosticar a causa da ciática, tais como Raio-X, Ressonância magnética ou TAC.


A coluna cervical é o segmento mais superior da coluna, sendo constituído por sete vértebras (C1 a C7). A seguir, encontramos a coluna dorsal ou torácica que é formada por doze vértebras (T1 a T12). A coluna lombar é constituída por cinco vértebras (L1 a L5). Na parte mais inferior encontramos os segmentos da coluna sagrada (região do sacro, cóccix) com quatro ou cinco vértebras fundidas (S1 a S5).
Nosso tapete consiste em 8,820 espigões que estimulam os pontos de acupressão do seu corpo, ajudando-o a liberar hormônios naturais de alívio da dor. Muito parecido com massagem e acupressão, o tapete de bem-estar é usado para estimular naturalmente a liberação de endorfinas e oxitocina, hormônios de alívio da dor do próprio corpo. Esses hormônios, que também são liberados durante o exercício, o toque, a excitação e a paixão, promovem o bem-estar mental e físico.
Depois de decidir que pretende levantar um objeto, fique o mais perto dele possível. Dobre os joelhos. Mantenha as costas direitas como se tivesse um pau de vassoura atado à coluna. Levanta-se com os músculos das pernas, ao mesmo tempo que contrai os músculos do estômago. Respire normalmente. Mantenha uma posição equilibrada ao longo de todo o levantamento conservando os pés afastados à largura dos ombros. E não torça a coluna durante o levantamento. Mantenha sempre o corpo alinhado com o objeto.
A duração do TP foi calculada dividindo o tempo em três categorias (Tabela 2). A média no tempo de TP – do início das contrações rítmicas e doloridas referidas pelas participantes até o tratamento – foi maior no GC, mas sem diferença estatística pelo nível de significância estabelecido (p < 0.0167). Entretanto, a média do tempo de TP do grupo BP6 apresentou 176,5 min a menos versus GT, e 160,4 min a menos versus GC, influenciando no tempo total de TP entre os três grupos.

A anamnese (levantamento da história clínica do paciente) e o exame físico para identificar as raízes nervosas comprometidas são elementos de importância reconhecida para o diagnóstico da ciatalgia. Conforme o caso, exames de imagem como raios X, tomografia computadorizada e ressonância magnética podem fornecer dados que ajudam a confirmar o diagnóstico e a instituir o tratamento.
Segue-se o cotovelo, como a segunda região de maior incidência de lesões (sobretudo no atleta amador). O denominado “cotovelo do golfista” (inflamação do epicôndilo medial – face interna) deve-se sobretudo ao contacto precoce do taco com a relva, provocando uma carga excessiva sobre os tendões que se inserem no epicôndilo. Do lado oposto temos o “cotovelo do tenista” (inflamação do epicôndilo lateral – face externa) que pode ter origem no excesso de uso e de swings realizados, essencialmente no cotovelo direito, no caso dos destros. Estas lesões aumentam com a frequência do jogo e com a idade. 
As alterações do humor, como irritabilidade e tristeza, estão presentes em até 70% dos pacientes. A depressão aparece em até 30% dos casos. Os sintomas da depressão podem ser confundidos com os da fibromialgia. É necessário que o médico que acompanhe o paciente faça o diagnóstico precoce e inicie o mais rápido possível o tratamento da depressão. A depressão piora os sintomas da fibromialgia, assim como a fibromialgia também piora os sintomas da depressão. (1)
Parece que a náusea é parte da vida, esteja você grávida, de ressaca, fazendo tratamento por quimioterapia, ou enjoado. Embora você possa ter ouvido falar de acupuntura, uma terapia com agulhas, a acupressão é uma terapia que simplesmente se baseia na massagem dos principais pontos de pressão para aliviar os sintomas. Ela é uma maneira rápida e barata de lidar com náuseas, sem efeitos colaterais nocivos, embora pesquisas ainda sejam necessárias para provar sua eficácia.[1]Aprenda os pontos de pressão, em seguida, use seus dedos ou uma pulseira para começar a sentir alívio!
Cada paciente é único e apresenta condições muito específicas ao desenvolver a dor ciática. O tempo de cura vai depender mais da gravidade da doença. Em alguns casos, o paciente melhora com maior facilidade porque a inflamação aguda desaparece em poucos dias. Mas isso nem sempre ocorre e dependendo do tratamento (que deve ser realizado o quanto antes e da forma mais adequada) o paciente pode demorar mais tempo para alcançar sua recuperação. Normalmente, o tempo de recuperação é de cerca de 3/4 semanas com a terapia certa.
In this study, the difference found in labor duration between the SP6G and TG was similar to that of an RCT conducted in Iran 14 and that evaluated similar groups. The parturients who received acupressure at the SP6 point for 30 min showed a mean reduction in labor duration of 189.0 min compared with that in TG, even though fewer parturients received oxytocin in SP6G (41.7% in SP6G versus 63.3% in TG, p = 0.017). 14
Trastorno de la fase 4 del sueño: Estudios del sueño en pacientes con fibromialgia han encontrado una alteración en la fase 4 del sueño (se encuentran menos relajados y con una sueno más ligero) y además observaron  que en personas normales voluntarias a las que no se les permitió entrar en la fase 4 del sueño, desarrollaron los síntomas de la fibromialgia. En condiciones normales en la fase 4 del sueño es cuando los músculos se recuperan de la actividad del día anterior.
Incline a pélvis para que a região lombar assente no chão e depois enrole o corpo para cima, de forma a que a cabeça e os ombros se levantem do chão. Faça o abdominal lentamente – demore três segundos a levantar a cabeça e os ombros, faça uma pausa durante um segundo com os abdominais completamente contraídos e depois demore três segundos a baixar o corpo. Faça estes abdominais numa sessão de 10 minutos diários.
Embora a lombalgia aguda melhore espontaneamente ao longo do tempo, uma variedade de intervenções terapêuticas estão disponíveis, tais como: analgésicos, anti-inflamatórios, corticoides e relaxantes musculares. O principal objetivo do tratamento da dor lombar aguda é aliviar a dor, melhorar a habilidade funcional e prevenir recorrência e cronicidade.
O sucesso do tratamento de lesões relacionadas com o golf deve não só as modificações do swing de golfe e reabilitação funcional, mas, na maioria dos casos, a restauração da lordose lombar adequado. Curva demasiado ou demasiado pouco resulta em cargas de torção e à compressão excessivas através das junções toracolombar e lombossacra. A abordagem de myoskeletal começa corrigindo padrões de desequilíbrio muscular cruzados inferiores seguidos pela restauração da "joint-play" fixado lombar, sacroilíaca e articulações do tórax.
A dor pode ser de moderada a intensa, acontece com frequência, quase de maneira permanente. Ela é mais comum em indivíduos de mais idade. Alguns dos diagnósticos comuns incluem lombalgia músculo-esquelética, como a dor lombar pela síndrome dolorosa miofascial, hérnia de disco, degeneração do disco, distensão muscular, estenose da medula espinhal, compressão por fratura devido a osteoporose, e artrites (osteoartrose, artrite reumatoide por exemplo).

"Em 2016 fiz um exame preventivo de rotina e apareceu uma alteração. Era uma lesão pré-cancerígena no colo do útero. Fiz uma pequena cirurgia para retirar e segui fazendo o acompanhamento. Depois desse susto li bastante sobre o câncer de colo de útero e sobre os possíveis efeitos negativos do anticoncepcional. Em 2016 comecei a correr para perder peso, mas não tive muito sucesso. Em 2017 peguei firme na corrida e na reeducação alimentar, aí funcionou. Em maio do mesmo ano decidi parar com a pílula e conversei com a minha ginecologista, que apoiou. Comecei a sentir as primeiras diferenças no humor, melhorei demais nesse quesito. Minha disposição aumentou, me sinto com mais energia. Meu fluxo menstrual mudou também, sem a pílula ficou mais intenso. Mas a pílula tinha tanto hormônio que o meu fluxo só começou a aumentar depois de sete meses. Acho que, além de preservar meu corpo da carga hormonal, ter parado contribuiu para o processo de emagrecimento. Para prevenir a gravidez eu e meu namorado começamos a usar preservativo e nunca tivemos problemas. Mas devo colocar o DIU em breve.”
A fibromialgia, na medicina moderna, é qualificada como uma síndrome ou transtorno de dor crônica, na qual a pessoa sente dores por todo o corpo por longos períodos ou sensibilidade nas articulações. Esssas dores estão mais evidenciadas nas articulações, nos músculos, tendões, em outros tecidos moles.Causando fadiga, sonolência, indisposição, dores de cabeça, depressão e ansiedade. Capaz de indispor a pessoa de qualquer atividade, por mais simples que ela seja. As dores beiram o insuportável, além de desregular atividades simples como dormir. A fibromialgia ainda não tem cura.
×